A história do bebê de 5 meses que sobreviveu por dois dias sozinho após perder a mãe

Entenda o triste caso do bebê de cinco meses que ficou sozinho por dois dias após perder a mãe.

Um caso triste aconteceu com um bebê de apenas cinco meses que viveu momentos difíceis ao ficar sozinho em casa depois que sua mãe faleceu e só foi encontrado dois dias depois da morte da mãe.

Courtney Newlands de 19 anos sentiu-se mal e faleceu em casa, ela estava sozinha com seu bebê que ficou ali ao lado do corpo da mãe por dois dias.

PUBLICIDADE

A mãe de Courtney, Lorraine de 43 anos, percebeu que havia algo errado com a filha, pois costumava falar com ela por telefone todos os dias. Ao ficar dois dias sem conseguir falar com a jovem alertou os policiais que foram até a casa da jovem para verificar o que estava acontecendo.

A polícia chamou por Courtney e como não obteve resposta, invadiu o local e encontraram a mãe sem vida e o pequeno Declan ao lado dela. O bebê estava apenas desidratado.

PUBLICIDADE

“Os policiais foram muito bons com meu neto, eles lhe deram leite, trocaram sua fralda e o encaminharam para o hospital”, contou a avó Lorraine em entrevista ao jornal britânico The Sun.
O caso aconteceu na Inglaterra e como Courtney era diabética, a polícia acredita que ela tenha falecido em decorrência de uma complicação da doença tipo I, doença na qual lutava desde sua infância.

Porém, a família ainda tem dúvidas. “Para nós está sendo muito difícil, especialmente porque não sabemos exatamente o que aconteceu”, desabafou Lorraine.

O bebê foi entregue para a família e agora vive com a irmã de Courtney. A família hoje chora a morte da jovem que partiu muito cedo e não teve a oportunidade de ver o filho crescer.

O pequeno Declan está recebendo todo o amor e cuidados da família que agora tem a responsabilidade de fazer por ele aquilo que a mãe faria: amar, cuidar e proteger.

“É muito triste tudo isso. Outro dia o Declan estava chorando e eu coloquei um vídeo da Courtney no celular e ele parou de chorar na hora. Nós começamos a passar vídeos dela para ele, assim ele tem uma sensação de que a mãe ainda está aqui”, contou a avó.

 

Escrito por Pedro Machado

Apaixonado por marketing digital, colunista em diversos sites e páginas do facebook. Trabalhando como redator autônomo há mais de 5 anos. Contato: [email protected]