A morte explicada pela visão de uma criança com câncer terminal

As crianças são alguns dos maiores mestres que podemos ter na vida, veja esse relato emocionante.

Um médico especialista em câncer com 29 anos de atuação na área contou em um relato emocionante como se sentiu completamente mudado com os dramas vividos por seus pacientes. Ele afirmou que nós não conhecemos a nossa própria força até que através das adversidades da vida somos obrigados a descobrir que somos capazes de ir muito mais além.

Em seu relato ele fala da emoção que sentiu no Hospital do Câncer de Pernambuco onde deu seus primeiros passos na profissão.

PUBLICIDADE

Depois que começou a frequentar a enfermaria infantil ele disse que se apaixonou pela oncopediatria e que os maiores dramas que vivenciou foi ali naquele lugar, vítimas inocentes do Câncer, crianças as quais viu morrer.

Ele disse que um dia um anjo passou por ele e esse anjo veio na forma de uma criança de 11 anos que já estava cansada de muitos anos de tratamento, manipulações, injeções e todos os desconfortos causados pela quimioterapia e a radioterapia.

PUBLICIDADE

O médico disse que esse anjo nunca fraquejou, algumas vezes ele chorou baixinho e em outras vezes o médico viu medo em seus olhinhos humanos.

O médico contou que certa vez chegou bem cedo no hospital e encontrou o seu Anjo de 11 anos sentado sozinho no quarto sem sua mãe e a resposta que recebeu ao perguntar onde estava a mãe, emociona seu coração profundamente até hoje:
“Tio disse a menina, às vezes minha mãe sai do quarto para chorar escondido nos corredores, quando eu morrer acho que ela vai ficar com muita saudade.

Mas eu não tenho medo de morrer tio, eu não nasci para esta vida. E o médico perguntou: E o que a morte representa para você minha querida”?

“Olha tio quando a gente é pequena às vezes, vamos dormir na cama do nosso pai e no outro dia acordamos em nossa própria cama não é? Um dia eu vou dormir e o meu pai vem me buscar. Vou acordar na casa dele na minha vida verdadeira”.

O médico disse que ficou sem saber o que falar completamente balançado, o sofrimento amadureceu aquela criança antes da hora e ela continuou dizendo:

“Minha mãe vai ficar com saudades”. O médico estava contendo as lágrimas para não chorar na frente da criança, então ele disse: O que significa saudade para você minha querida? E a criança respondeu:

“Saudade é o amor que fica”.

O médico continuou seu relato dizendo que aos 53 anos de idade nunca conseguiu encontrar uma definição mais simples, verdadeira e direta para a palavra saudade como aquela.

Ele disse que o seu anjinho se foi há muitos anos, mas essa linda lição o ajudou a melhorar sua vida, fez com que ele se tornasse um humano mais carinhoso com seus doentes e repensasse seus valores, aquilo que ele dava realmente importância.

Quando a noite chega, se o céu está limpo e ele vê uma estrela brilhante, ele disse que chama pelo seu anjo que brilha e resplandece no céu e que ele a imagina alegremente em sua casa eterna junto com o “Pai”.

 

Escrito por Pedro Machado

Apaixonado por marketing digital, colunista em diversos sites e páginas do facebook. Trabalhando como redator autônomo há mais de 5 anos. Contato: [email protected]