Absorvente de maconha promete fazer milagre contra as cólicas ‘daqueles dias’

Será que alivia mesmo? Venha conferir!

Pensando nos transtornos mensais que as cólicas tendem causar às mulheres, muitas vezes tornando tarefas simples do dia a dia praticamente impossíveis de serem executadas, uma empresa criou um produto que promete ser milagroso e acabar de vez com esse tormento feminino.

À base do principal composto psicoativo da cannabis, o THC, o absorvente interno de maconha promete proporcionar alívio das cólicas em até vinte minutos de uso.

PUBLICIDADE

Deve ser posto na parte íntima feminina precisamente como um absorvente interno e retirado em no máximo vinte minutos. Após a remoção do produto, o absorvente de preferência, usado pela mulher no dia a dia, deve ser usado normalmente.

De acordo com o site Foria Wellness, devidamente capacitado em produtos naturais, a adição dos princípios da cannabis ao produto proporciona benefícios calmantes diretamente no local da dor.

PUBLICIDADE

Apesar da cannabis ser popularmente conhecida por seus efeitos alucinógenos, a fórmula do produto não traz para a mulher que o utiliza nenhum tipo de efeito psicoativo.

O site da empresa responsável pelo lançamento explica que “o produto ativa certos receptores canabinóides na região pélvica e atua diretamente no sistema imunológico e nas terminações nervosas do útero, do colo do útero, ovários e tecidos musculares para melhorar a dor”, completa.

Embora se mostre milagroso e atenda ao que seria o sonho de todas as mulheres do mundo, atualmente os supositórios são vendidos apenas na Califórnia e no Colorado, nos EUA, onde a maconha medicinal é legalizada.

   Avião da Latam faz meia-volta após piloto relatar pássaro na turbina

Um avião da Latam precisou abortar viagem e voltar a Brasília na manhã desta quinta-feira (7) depois de o piloto apresentar, logo após a decolagem, que o avião foi acertado por um pássaro no motor – chamada comumente de turbina. O voo 3711 iria da capital federal para Congonhas, em São Paulo. No entanto, cerca de 30 minutos após a decolagem, o piloto fez meia-volta.

Entre o instante da decolagem e do pouso, o piloto ficou sobrevoando o espaço aéreo de Brasília. Depois disso, conseguiu autorização para retornar ao Aeroporto JK. O piloto pousou o avião logo em seguida. A aeronave então foi rebocada para o pátio. Os passageiros foram avisados que teriam de desembarcar.

Em nota, a Latam afirmou que a aeronave foi atingida por um pássaro no motor – a turbina é uma das peças que compõem o motor. “A companhia reafirma que a segurança é um valor imprescindível e, sobretudo, todas as suas decisões visam uma operação segura.” A Latam não informou a quantidade de passageiros que estavam no avião.

De acordo com a Inframerica, que gerencia o terminal, a aeronave decolou às 7h23 e voltou às 7h50. Também falou que não ocorreu impacto na operação do aeroporto.

“O avião pousou com segurança. Equipes de solo da Inframerica, deram todo o suporte para a companhia aérea. Não houve solicitação de emergência.”

O avião é um Airbus A320-214. O modelo tem espaço para até 180 passageiros.

 

Escrito por Pedro Machado

Apaixonado por marketing digital, colunista em diversos sites e páginas do facebook. Trabalhando como redator autônomo há mais de 5 anos. Contato: [email protected]