Absurdo: Cuidadora é presa por abusar de paciente com paralisia, o homem conseguiu contar usando um computador se comunicando com os olhos

A polícia pediu a prisão preventiva da mulher.

Quando alguma pessoa tem um familiar doente em casa e precisa contratar os serviços de uma cuidadora, jamais imagina que possa acontecer algo como um abuso, principalmente no caso de pessoas acamadas.

Mas foi exatamente isso que aconteceu com um homem no Distrito Federa, ele sofria abusos por parte da cuidadora.

PUBLICIDADE

A mulher cuidadora foi presa nesta quarta-feira (10), acusada de abusar paciente com esclerose lateral amiotrófica, doença que deixa a pessoa paralisada praticamente incapacitada, sem poder se quer falar. O crime é considerado estupro de vulnerável.

De acordo com  informações o homem só conseguiu denunciar a abusadora depois que ganhou da família um computador para se comunicar com a ajuda dos olhos.

PUBLICIDADE

A mulher então foi denunciada a polícia e o delegado contou que a cuidadora fazia sexo oral no paciente, beijava e colocava a mão dele nas partes íntimas dela.

A polícia ouviu a esposa da vítima, o filho dele e também a cuidadora que foi denunciada, a mulher trabalhava na casa desde o ano de 2015.
O homem doente tem 54 anos já a cuidadora 36. A polícia pediu a prisão preventiva da cuidadora por tempo indeterminado, o pedido foi autorizado pela Terceira Vara Criminal de Ceilândia.

A prisão serve para garantir a segurança das investigações impedindo que a cuidadora fuja e desapareça. Caso ela seja condenada no final do processo deverá continuar presa por um período de 8 a 15 anos.

O caso deixou a família chocada, eles não imaginavam que pudesse estar acontecendo algo desse tipo. As informações são de que a cuidadora não dava o remédio para o paciente para que ele pudesse ficar acordado e ela cometer os abusos contra ele.

No entanto a falta dos remédios e o tempo acordado prejudicou a saúde do homem. Ele começou a ter uma piora clínica, mas apenas conseguiu denunciar a cuidadora depois que ganhou da família ou computador no qual ele conseguiu contar o que estava acontecendo com ajuda dos olhos. Um caso inacreditável.

Casos de maus tratos são comuns quando se trata de cuidadoras, mas o caso do abuso contra o homem paralisado foi além da compreensão.

 

Escrito por Pedro Machado

Apaixonado por marketing digital, colunista em diversos sites e páginas do facebook. Trabalhando como redator autônomo há mais de 5 anos. Contato: [email protected]