Adolescente de 17 anos morre após levar “chupão” de sua namorada no pescoço

No calor das emoções, em especial na relação sexual, muitos namorados acabam exagerando na hora de demonstrar o amor.

No amor tem várias maneiras de se expressar, e algumas delas são extremamente estranhas, podendo ser com abraços, beijos, mensagens apaixonadas.

Caricias mais calientes, ou até mesmo com um chupão no pescoço, como uma forma de deixar marcas de amor no corpo, para ficarem como lembranças.

PUBLICIDADE

No entanto tem marcas que ficam, que podem trazer graves consequências, mesmo quando pensamos que não causará nada indiferente ou sério.

Um rapaz identificado como Júlio Macias González, de apenas dezessete anos de idade, faleceu após receber um chupão no pescoço de sua namorada.

PUBLICIDADE

O caso ocorreu na cidade do México, muitas pessoas ficaram assustadas com essa noticia, pois ninguém nunca imaginaria que um simples chupão pudesse provocar algo tão terrível, causando a morte de alguém.
Júlio estava muito feliz com o namoro que havia começado recentemente, segundo informações, Júlio teria passado um tempo com a namorada.

Eles estavam muito feliz e animados naquele momento intimo, então no calor da relação,ela resolveu deixar uma marca como prova de amor, fazendo o tal chupão no pescoço.

O chupão é um hematoma causado por um beijão, tipo sucção, ele é bem comum entre os jovens, muitas das vezes como dito, feito como prova de marcar território.

Para mostrar que a pessoa tem dono ou teve uma noite quente.

Geralmente ele vira motivo de piadas entre os amigos, pois quem tem essa marca não consegue disfarçar ela facilmente.
Foi isso o que aconteceu com a namorada de Júlio Macias González. A moça deu um chupão tão forte no rapaz que horas depois ele morreu.

Segundo informações, o namorado já tinha voltado para casa depois da relação íntima que resultou o chupão, quando tudo aconteceu.

Ainda deu tempo do adolescente se sentar à mesa com a família para jantar e bater papo. mas assim que ele começou a comer o pior aconteceu.

Júlio teve fortes convulsões, assustando a todos que estavam a sua volta. A partir daquele momento, começou uma luta contra a morte.

Mas essa infelizmente superou todos os esforços, fazendo o caso ter repercussão internacional devido ao que motivou o falecimento.
Os familiares chamaram de imediato a emergência, e o rapaz foi encaminhado para o hospital. No entanto, ao chegar ao local, o jovem não resistiu.

Segundo os médicos, o chupão foi muito forte, o que acabou criando um coágulo.

Esse coágulo foi levado pela corrente sanguínea até o cérebro, causando um derrame. As informações foram extraídas do jornal El Ciudadano.

Os pais de Júlio disseram que a responsabilidade da morte do rapaz é toda da namorada, que é maior de idade, ela tem 24 anos, e não foram divulgadas mais informações ou identidade da moça, A namorada está desaparecida.

Escrito por Pedro Machado

Apaixonado por marketing digital, colunista em diversos sites e páginas do facebook. Trabalhando como redator autônomo há mais de 5 anos. Contato: [email protected]