Adolescente perde a vida depois de ser ferida em briga na escola e não contar nada a seus pais

Uma estudante de 15 anos morreu depois de ir para a cama sem dizer aos pais que havia sido esfaqueada em uma briga em massa.

Hoje em dia as escolas enfrentam muitos problemas por terem que lidar com adolescentes que estão cheios de problemas internos. São adolescentes deprimidos, problemáticos, cheios de traumas, que sofrem bullying, enfim e muitas vezes esses problemas refletem em forma de agressividade contra os pais, professores, contra sim mesmos e contras seus colegas.

Não é raro alunos se envolverem em brigas na porta das escolas e o pior de tudo isso é que eles tem se tornado cada vez mais violentos, usando armas e facas para ferir aqueles que lhes opõem ou lhes causam algum dano.

Recentemente um caso na Rússia chamou a atenção para esse problema, pois uma adolescente perdeu a vida ao se envolver em uma briga com outros colegas, mas não disse nada a seus pais.

Elizabeth Kindsfater foi esfaqueada no peito em uma briga com outros adolescentes na cidade de Ecaterimburgo, na região sudoeste da Rússia, na região de Sverdlovsk Oblast.

Segundo a mídia local, a briga envolvendo três grupos de meninos e meninas resultou em Elizabeth e outro garoto sendo esfaqueado.

Escrito por Cláudia Lm

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.