Após 4 décadas verdade sobre menino que morreu em escola particular agredido por professor vem à tona e detalhes chocam

Caso do menino que foi agredido por um professor em escola prestigiada.

Após quatro décadas a verdade sobre o que realmente aconteceu com um menino de 7 anos em uma escola particular vem à tona. Aldo Moroni morreu no ano de 1980 quando frequentava uma prestigiada escola particular católica, a escola St Columba’s College na Escócia.

Quatro décadas se passaram e agora o inquérito foi aberto para desvendar toda a verdade, e foi revelado que um padre que era professor e se chamava David Mckell foi o responsável pela agressão ao menino porque ele teria demorado demais no banheiro.

Um ex-aluno contou para a polícia que o padre havia abusado sexualmente dele e de outros alunos que estudavam na escola católica. Segundo o ex-aluno os abusos aconteceram muitas vezes e as crianças eram acordados no meio da noite pelo padre para que ele cometesse os abusos e se as crianças recusassem ou chorasse apanhavam, contou Edward que hoje tem 64 anos.

O sobrinho de Edward também estudava na mesma instituição e testemunhou quando o pequeno Aldo morreu. De acordo com o depoimento do sobrinho de Edward o padre começou a bater no garoto e ele gritava muito, de repente uma ambulância apareceu para levar o menino e eles foram em seu velório.

O Padre responsável pela morte de Aldo faleceu em 1998, ele não chegou a ser condenado, pois o inquérito ainda está em andamento e chegou a ser divulgado pelo jornal britânico Daily Mail.

Escrito por Cláudia Lm

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.