Após atender ocorrência de violência doméstica policial agride mulher e a chama de ‘cachorra’; merece apanhar

As cenas foram flagradas em um vídeo que circula nas redes sociais. A mulher chamou a polícia porque o irmão dela estava agressivo, quebrando as coisas em casa.

Um policial militar agrediu uma mulher no Rio Grande do Norte e a chamou de cachorra, logo após atender uma ocorrência de violência doméstica.

O caso aconteceu na última quinta-feira (15) no município de Santo Antônio, a mulher estava com uma criança nos braços e levava empurrões e tapas no rosto, as cenas foram flagradas por vizinhos que gravaram o vídeo e publicaram nas redes sociais.

PUBLICIDADE

A mulher estava abrigada na casa de uma vizinha até que a viatura chegasse no local, quando os policiais entraram na residência procuraram pelo companheiro dela e a mulher acabou entrando na frente dos policiais pedindo para eles pararem que não precisava bater nele.

Os policiais irritados brigaram com a mulher e há chamaram de cachorra, disse que deveria bater mesmo nessa cachorra porque merece apanhar.

PUBLICIDADE

Quando a mulher retrucou ao policial levou tapas na cara na frente das testemunhas, o PM chegou a empurrá-la ao ponto de jogar no chão, o policial pegou a criança no colo enquanto o colega continuava com as agressões.

O comando da polícia militar do Rio Grande do Norte está investigando o caso, os policiais foram afastados até que tudo seja investigado pelo departamento administrativo.

O comandante da Polícia Militar o Coronel Alarico Azevedo confirmou o afastamento dos policiais e disse que é um caso lamentável pois não é a maneira da Polícia Militar se comportar, o caso será apurado e os responsáveis serão punidos.

 

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.