Após engolir algo que todos tem em casa, criança de dois anos começa a ficar azul e o pior acontece

Mesmo sendo socorrida, infelizmente ela não sobreviveu,pois já havia causado grandes prejuízos à sua saúde dela.

A crianças são muito curiosas, disso já sabemos, querem saber de tudo, perguntam sobre tudo, quando ainda são menores é mais complicado ainda, pois elas não sabem falar, mas sempre querem colocar tudo que veêm pela frente na boca, quem tem criança pequena sabe o que estou falando, elas não entendem, acham que tudo posse ser colocado na boca, mesmo que não seja de comer, ou que faça mal, mas elas não entendem, acham que é normal.

Nessa fase é sempre bom ter os olhos bem abertos, ficar em alerta, pois criança cega o adulto, no mesmo tempo que ela está em um lugar, ela já some dali, to cuidado é pouco quando se temos crianças, e a prova disse é esse caso que aconteceu com uma família de Oklahoma.

PUBLICIDADE

Um momento de distração dos pais Stephanie e Rian, um pequeno descuido, que acabou tirando a vida da sua pequena filha de apenas dois anos, no momento eles ficaram meio sem entender a gravidade da situação, mas quando a ficha caiu,ja era tarde demais, não havia mais nada a ser feito pela criança.

A pequena que estava brincando toda feliz,do nada começou a mudar sua aparência, sem nenhuma explicação aparente, a sua temperatura começou a subir,e foi ai que seus pais perceberam que havia alguma coisa errada.

PUBLICIDADE

No momento do acontecido, eles acreditaram que pudesse ser apenas uma febre passageira, nada que precisassem de tanta atenção, mas com o passar das horas, a pequena começou a apresentar uma piora,sua aparência foi mudando, sua pele mudou de cor, ficando meia azulada, e logo veio os vômitos recorrentes, com presença de sangue.
Neste momento seus pais ficaram perplexos com a situação e correram imediatamente para o hospital mais próximo, ao chegar na emergência a criança foi submetida há vários exames, para detectar o que estava acontecendo, e finalmente descobriram o que havia acontecido para deixar a criança daquele jeito.

Ela havia engolido uma bateria de Lítio, dessas que encontramos em relógios e brinquedos. Ela não ficou engasgada, mas a pilha fez algo muito pior. Alojada no esôfago da criança, a pilha causou danos irreversíveis.

O material que é expelido pela bateria é tão perigoso que pode causar queimaduras na parede do esôfago em apenas duas horas. Mesmo depois de retirada, ela pode causar problemas até 28 dias depois de sua remoção.

No caso da garotinha, infelizmente os médicos não puderam fazer muita coisa. A bateria foi retirada, mas ela já havia causado grandes prejuízos à sua saúde. Ela teve uma hemorragia que não pôde ser contida, o que levou ao óbito da pequena.

O bisavô da criança disse que ela foi atendida de pronto. Houve urgência e rapidez na prestação de socorro no hospital. Mas ela já tinha engolido a peça havia mais de duas horas. Foi esta demora que acabou tirando dela as chance de sobreviver. Fica o alerta aos pais e cuidadores.

 

Escrito por Pedro Machado

Apaixonado por marketing digital, colunista em diversos sites e páginas do facebook. Trabalhando como redator autônomo há mais de 5 anos. Contato: [email protected]