Após tirar a vida de Valentina de 9 anos com extrema covardia, seu pai tenta se matar na prisão e é levado ao hospital

Sandro estava isolado na ala da polícia judiciária devido a pandemia do coronavírus, ele foi encontrado por um guarda na cela ferido com cortes no corpo.

Sandro Bernardo, autor confesso de ter matado a própria filha Valentina, foi transportado nessa sexta-feira de uma ala anexa à polícia judiciária em Lisboa para o hospital de São José por ser visível cortes no corpo.

Sandro estava isolado na ala da polícia judiciária devido a pandemia do coronavírus, ele foi encontrado por um guarda na cela ferido com cortes no corpo, de acordo com o cm o suspeito se cortou com uma lâmina descartável.

PUBLICIDADE

O pai da pequena Valentina, está sendo acusado por violência doméstica por crime de homicídio qualificado e ocultação de cadáver, por ter matado a filha de 9 anos e escondido o corpo na zona de mato em Peniche.

No dia 7 de maio, Sandro deu alerta sobre o desaparecimento da garota em Atouguia da Baleia em Peniche cidade portuguesa, em 10 de maio após quatro dias de intensa busca, Valentina de 9 anos foi encontrada coberta por arbusto na serra D’el Rei que fica a 6 Km da casa de Sandro Bernardo.

PUBLICIDADE

O meio-irmão de Valentina foi quem descobriu o crime ocorrido, ele relatou para a polícia judiciária tudo o que viu e devido a essas informações, a madrasta da menina e Sandro foram detidos imediatamente.

O casal é suspeito de agredir Valentina, deixando-a em agonia durante cerca de 13 horas até a morte, deixaram agonizando no sofá sem fazer nada, quando viram que havia morrido esconderam o corpo da menina na mata.

Por decisão do tribunal de instrução criminal, o casal está com prisão preventiva, Márcia madrasta de Valentina foi levada para a cadeia feminina de tigres. Sandro foi para o sistema prisional de Lisboa, os dois ficarão isolado dos outros reclusos por 15 dias devido ao período de quarentena.

O tribunal teme que após esse período devido a barbaridade que fizeram, acreditam que os dois pode ser alvo de represálias por parte de outros presos, pois acredita-se que Valentina foi agredida durante quatro dias antes de morrer.

 

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.