Aproveitando a covid19 Suzane Richthofen pediu à justiça progressão de sua pena ao regime aberto

A detenta Suzane von Richthofen pediu à Justiça a progressão de sua pena ao regime aberto.

Em outubro de 2002 no bairro Campo Belo zona sul de São Paulo, ocorreu um fato criminoso que abalou todo país, Suzane Von Richthofen matou os pais com ajuda do irmão cravinho, a motivação do crime foi porque a família não aprovava o relacionamento amoroso de Suzane e Daniel.

Após o crime tentaram simular um latrocínio, mas foi descoberto rapidamente pela polícia, Suzane foi condenada a 39 anos de prisão, ela já cumpriu 18 anos da pena, agora os advogados de Suzane pediram a justiça o privilégio do regime aberto alegando o isolamento social.

PUBLICIDADE

Pois devido a quarentena, foi suspensa saídas temporárias e a visita de parentes, com isso Suzane não poderia usufruir dos direitos do semiaberto, o advogado de Suzane que está presa em Tremembé pediu para que ela compra a pena no regime aberto.

Caso a justiça não aceita, o advogado diz que apresentará uma nova alternativa que é a prisão domiciliar, onde ela ficará em uma fazenda do namorado que mantenha relacionamento desde 2017, o isolamento evitará que tenha contagem com a covid19.

PUBLICIDADE

Em 2013, o Controle Emocional e tolerância à frustração decretou que ela poderia voltar ao convívio social e que a maior pena será a sua consciência, é o que diz o trecho do pedido feito pelo advogado, o perdido Já foi enviado ao Ministério Público, o qual vai dar o parecer.

Já o promotor Paulo de Palma tem um parecer contrário, o caso será julgado pela segunda vara de execuções criminais de Taubaté, mas ainda não há prazo para ser definido, Suzane Richthofen está presa desde 2006 em um presídio conhecido por abrigar criminosas que fizeram parte de casos de repercussão como, Elize Matsunaga, Ana Carolina Jatobá, a madrasta de Isabella Nardoni e muitas outras.

Suzane agora apenas aguarda a decisão da justiça para cumprir a pena em regime aberto, levando em conta que já cumpriu quase a metade da pena eu já tinha o direito do semiaberto.

 

Escrito por Marcos Antonio Martins

Marcos Martins, é mineiro da gema, nasceu no dia 30 de abril 1975, tem dois filhos lindos que não sabe se parece com ele ou com sua esposa, é cheio de defeitos, mas as qualidades são perceptíveis.