Auxílio emergencial poderá ser devolvido para o Governo e este é o motivo

Caso o beneficiário não sacar o valor em até 90 dias, ele será devolvido automaticamente ao Tesouro Nacional

Você sabia que se você trabalhador, têm uma conta digital ligada à da caixa e possui seu direto de receber o auxílio emergencial de seiscentos reais que o governo disponibilizará você precisa correr. Se o seu benefício já caiu e você ainda não sacou, terá o prazo de até noventa dias para realizar esse saque, caso não seja feito, o dinheiro da conta volta automático para o Tesouro nacional.

Esta nova determinação foi publicada neste mês de maio pelo Ministério da Economia. Isto também vale para os cidadãos trabalhadores que tiverem seus contratos de trabalho reduzidos/suspensos.

PUBLICIDADE

Esse retorno do dinheiro do benefício só funcionará para cidadãos que estiverem com seus valores ainda depositados em conta digital que sejam da caixa. Geralmente quem acaba recebe por essa conta digital, são pessoas que não têm vínculo com contas de nenhum outro banco, ou se o cidadão tiver optado por essa modalidade na hora do cadastramento online.

Este processo é parecido à benefícios da Previdência Social, que também voltam para o Tesouro Nacional caso não sejam sacados/retirados por o tempo que se é determinado, Segundo o Ministério da economia.

PUBLICIDADE

Mas fique tranquilo, caso seu benefício seja recebido em uma conta de qualquer outro banco, essa modalidade não se aplicará. Nesses casos o governo dá o dinheiro como se o beneficiário já tivesse sacado.

Observação: O Ministério da Economia relatou que caso você tenha deixado o prazo de 90 dias passar para saque, você terá como tirar o valor mesmo que já tenha ido para o Tesouro Nacional novamente. Isto se dá por leis aplicadas, que garantem que o recebimento do benefício emergencial, e que consta como total direito do cidadão que foi aprovado no cadastro.

No mesmo dia em que o benefício foi lançado à população, a Cef já indicou que os cidadãos que recebem por via de alguma conta digital que transfira ou saque o benefício imediato. E diretamente online no aplicativo da conta digital também é possível que você pague boletos e contas.

Sobre a segunda e terceira parcela ainda não há datas definidas até o momento, o presidente irá se pronunciar até na próxima semana.

Escrito por Melissa Lopes

Trazendo "De tudo um pouco" por aqui. Relacionamento, curiosidades, notícias, receitinhas que amamos! Seja bem vindo!