Auxílio Emergencial: Quem receber os R$ 600 pode ter que devolver, com uma alteração feita na lei

Isto pegou muita gente desprevinida

Uma alteração na lei que fundamentou e criou o beneficio do auxilio emergencial de R$600, pode acabar fazendo com que esse dinheiro apenas seja um empréstimo do governo para os beneficiários que poderão se recuperar financeiramente ao longo do ano de 2021.

Por conta de uma mudança que foi feita no Senado e sancionada pelo próprio Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (sem partido), retrata que aquele individuo que receber o beneficio ao longo do ano de 2020 e que for mais que o limite de isenção do imposto de renda (IR), terá então que devolver integralmente o valor do auxilio em 2021, incluindo também os dependentes.

Estas parcelas do auxilio emergencial não entram no calculo da renda anual. Não paga (IR) atualmente, as pessoas que receberam até R$28.559,70 durante o ano inteiro, incluindo as aposentadorias os salários e ate os alugueis. Este valor poderá ser mudado no ano que vem, para a declaração, cujo não e atualizado desde o ano de 2015.

PUBLICIDADE

Escrito por V Guimarães

Colunista de todos os assuntos, como tv, famosos, culinaria, medicina, filmes, series, saude, bem-estar, lazer. Gosto de todos os assuntos