Aviso do psicólogo infantil: É por isso que você não deve beijar seus filhos na boca.

Cada um tem sua interpretação se é certo ou errado.

Como pai ou mãe, eu acho que é importante dar afeto ao seu filho de vez em quando e beijos é a melhor maneira de fazer isso, mas que tal beijar seu filho na boca? As pessoas têm opiniões mistas sobre se é certo beijar seus filhos na boca e nem todo mundo faz isso.

Depois que a ex Spice Girl e a celebridade Victoria Beckham postaram uma foto sua beijando sua filha na boca há um tempo, a internet estava dividida em seus pensamentos sobre isso. Não muito tempo depois, uma psicóloga interveio no debate e deu sua opinião profissional.

PUBLICIDADE

O debate está agora fazendo mais uma rodada na internet beijar ou não beijar seu filho na boca? Essa é a questão.

Se você é do tipo de pai que beija o seu filho na boca ou talvez acostumado quando era pequeno, então você não é o único. Não é algo incomum ou estranho, mas como é psicologicamente saudável?

PUBLICIDADE

Depois que a famosa celebridade Victoria Beckham compartilhou uma foto sua beijando sua filhinha em sua rede social, isso causou um debate acalorado na internet. Algumas pessoas estavam reagindo fortemente ao fato de que ela estava beijando sua filha na boca, enquanto outros achavam que era uma imagem perfeitamente normal e amorosa de uma mãe e seu filho.O debate levou a psicóloga infantil Charlotte Reznick a dar sua opinião profissional sobre o quadro e o ato. De acordo com o Dr. Reznick, você nunca deve beijar seus filhos na boca.

Sexualmente confuso

A psicóloga infantil explica seu ponto de vista ao dizer que as crianças começam a se tornar conscientes sobre sua sexualidade em certa idade, então um beijo inocente na boca pode criar laços emocionais que podem ser confusos para a criança. Reznick acredita que, embora não seja doloroso beijar seus filhos na boca quando eles são bebês, os pais não devem começar a fazê-lo porque a criança pode ficar confusa mais tarde.

“Quando uma criança chega a quatro ou cinco ou seis anos e sua consciência sexual se desenvolve, o beijo nos lábios pode ser estimulante para eles”, explica o médico. “As pessoas não gostam de ouvir isso, mas os lábios são uma zona erógena e substâncias químicas que se sentem bem associadas à excitação sexual – incluindo a serotonina e a ocitocina são liberadas através do beijo no lábio.”.

Desentendimentos

Mas nem todo mundo concorda. Sally-Anne McCormack, outra psicóloga, não hesitou em criticar o ponto de vista de Reznick.

“Não há como beijar uma criança nos lábios é confuso para eles de qualquer maneira”, disse McCormack. “É como dizer que a amamentação é confusa”. “Algumas pessoas podem ter problemas com isso”, continua McCormack.

 

Escrito por Pedro Machado

Apaixonado por marketing digital, colunista em diversos sites e páginas do facebook. Trabalhando como redator autônomo há mais de 5 anos. Contato: [email protected]