Bactéria comedora de carne pode se espalhar na Austrália

Já existem registros de casos ligados à úlcera de Buruli

Em um primeiro momento, Adam Noel achou que a marca presente na sua pele era apenas uma picada de um inseto. Assim, ele notou um caroço avermelhado na parte traseira do seu tornozelo e uma semana depois, ele não apresentava nenhum tipo de melhora.

Então, Adam chegou a procurar um médico, mas o profissional que lhe atendeu afirmou que isso seria algum tipo de irritação da pele. Porém, mais tempo ainda se passou sem que o machucado apresentasse qualquer tipo de melhora. Na verdade, ele se tornou ainda pior e o tornozelo de  Adam Noel passou a apresentar um buraco.

PUBLICIDADE

Tudo isso aconteceu no mês de abril de 2020, quando a pandemia da  Covid-19 estava tomando conta da Austrália, gerando uma sobrecarga no sistema de saúde. Então, os médicos afirmaram que a ferida iria melhorar em breve. Porém, após mais alguns dias se passarem, era possível ver o tendão de  Aquiles através do buraco feito na perna de Adam.

Dessa vez, ele chegou a ser hospitalizado por uma semana e passou por uma biópsia. Então, ele recebeu o diagóstico para úclera de Buruli, uma doença que pode causas feridas grandes e desfiguração permanente caso não seja tratada.

PUBLICIDADE

Atualmente, existe o risco de que a bactéria causadora da doença venha a se espalhar na Austrália. Os cientistas ainda não sabem direito como ela surge, mas a acreditam que tenha ligação com gambás e com as suas fezes.

 

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.