Bebê cai do colo de irmã, vai parar na UTI e passa por cirurgias cerebrais: ‘estar vivo é uma glória’

Ruda Rodrigues de Andrade, de 9 meses, passou por duas cirurgias após ter hemorragias cerebrais

Um bebê de apenas 9 meses de idade, precisou passar por duas cirurgias após ter se jogado do colo de sua irmã, de 4 anos de idade. A criança, ao cair, acabou batendo a cabeça no chão. De acordo com o que foi apurado pelo portal de notícias G1, em decorrência da queda, o bebê sofreu com hemorragias cerebrais, e ficou durante 48 em coma induzido. Ruda Rodrigues de Andrade agora está internado em uma Unidade de Terapia Intensiva e seu estado é estável.

O acidente doméstico aconteceu na última quarta-feira (27), na casa em que a criança mora com seus pais e irmãs, na cidade de São Vicente, no litoral do estado de São Paulo. A mãe do bebê, Maryanna Rodrigues Krachinski, de 33 anos, deu uma declaração onde explicou que ela e seu marido possuem um delivery de comida, em frente ao quintal da casa.

PUBLICIDADE

No momento em que o acidente com o bebê ocorreu, ela estava preparando um pedido, e o pai do menino estava realizando uma entrega. Rude e suas irmãs, de 4 e 8 anos de idade, estavam dentro da casa onde ocorreu o acidente. A mãe conta que a porta foi fechada pelas irmãs, para a criança não passar, mas que ele havia dado a volta e saído pelo corredor.

De acordo com o relato da mãe, a filha mais nova foi atrás do bebê, para colocar ele para dentro de casa novamente, e que para isso, o levantou. No entanto, a criança agiu com malcriação, pois não queria entrar, e se jogou para trás. Neste momento ele acabou batendo a cabeça no chão.

PUBLICIDADE

Após o acidente, a família do bebê o levou para o Hospital Municipal de São Vicente, onde ele passou por exames. Foi constatada uma hemorragia em seu cérebro, e o quadro era grade. A equipe médica então informou que o menino precisaria de uma cirurgia, e ele foi transferido para a UTI da Santa Casa de Santos. No domingo (31) uma tomografia mostrou que não havia mais hemorragia após as cirurgias e aguarda-se a reação da criança para avaliar se não afetou nenhuma parte do cérebro.

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.