Bebê que nasceu em parto de emergência após a mãe ser intubada com Covid-19, tem alta 13 dias após a morte da mãe em Curitiba:”Hoje o amor venceu a dor”, diz a tia

A bebê que nasceu no parto de emergência enquanto a mãe estava entubada com complicações de Covid-19, recebeu alta da UTI neonatal de Curitiba neste sábado (9).

Segundo o relato da tia da bebê Catarina Vitória, Tatiane da Silva conta que a menina nasceu com pouco mais de sete meses, devido ao estado delicado de saúde da mãe, no qual de imediato o seu estado de saúde se agravou devido à doença.

Daiana da Costa, de trinta e três anos, não tinha qualquer problema, e morreu após sofrer complicações da doença, no dia 26 de dezembro. A tia conta, que quando o irmão chegou a casa disse que tinha chegado a casa um bocado da Daiana.

PUBLICIDADE

Conta ainda, que é essa presença da Daiana que é muito forte na menina. Continuando, diz que a pequena Catarina vai trazer muito amor, muita alegria de volta. No qual é uma honra fazer uma memória à mãe.

Que vai lhe contar todas as qualidades da mãe. E fazer todo o possível para amenizar a dor da perda. Conta ainda, que hoje o amor venceu a dor.

PUBLICIDADE

A bebê, encontra-se bem depois de ter permanecido internada na UTI neonatal, por mais de um mês, principalmente com o objetivo de ganhar peso. A equipe médica ficou muito emocionada com a alta da Caterina.

Tatiane, é irmã de Helton, marido de Daiana. Ela acrescenta ainda, que é madrinha da bebê e vai ajudar a cuidar dela junto com o pai. Catarina é a primeira filha do casal, mas Daiana deixa uma filha de onze anos, de um relacionamento anterior.

Respeitando todas as regras da OMS, a família fez um pequeno convívio para a família conhecer e homenagear a criança. Segundo a tia, a bebê esta recuperando muito bem, sem ajuda de qualquer medicamento, mas precisa de ter cuidados especiais devido a ser prematura.

A família quer manter a máxima restrição de pessoas nas primeiras semanas, pois ela ainda continua de imunidade baixa e precisa de ganhar mais peso.

Ela faz um relato, sobre o vírus. Tatiane falou que o vírus mata, ele destrói famílias. Para todos se cuidarem. Pede às grávidas que não saiam de casa, não é preciso ir na feira ou no shopping. Para reservar a própria vida e de quem ama, finaliza.

Escrito por Carla Sofia

Sou especialista em Receitas, dicas e saúde! Gosto sempre de estar atualizada de novas receitas e formas medicinais!