Bolsonaro assinou decreto que acaba com o horário de verão

Decreto foi assinado durante cerimônia que ocorreu no Palácio do Planalto

Foi assinado nesta quinta-feira (25) pelo presidente da República Jair Bolsonaro um decreto que anula o horário de verão. O fato ocorreu durante uma cerimônia que foi realizada no Palácio do Planalto.

Presidente já havia dito ao início do mês em suas redes sociais que tinha intenção de colocar um fim no horário de verão ainda neste ano.

PUBLICIDADE

Durante o período do horário de verão alguns estados do Brasil passavam a adiantar os relógios em uma hora.

PUBLICIDADE

Em sua declaração, Bolsonaro afirmou sobre o horário de verão que: “Após estudos técnicos que apontam para a eliminação dos benefícios por conta de fatores como iluminação mais eficiente, evolução das posses, aumento do consumo de energia e mudança de hábitos da população, decidimos que não haverá Horário de Verão na temporada 2019/2020”
Apesar da decisão, o Ministério de Minas e Energia afirmou que desde o ano de 2010, o Brasil economizou R$1,4 bilhão por adotar o horário de verão.

Horário de verão

O horário de verão brasileiro foi determinado pela primeira vez em 1931/1932 pelo então presidente Getúlio Vargas.

O primeiro horário de verão chegou a durar cerca de 6 meses na ocasião, se iniciou em 3 de outubro de 1931 e finalizou em 31 de março de 1932.

No verão seguinte a medida também foi adotada no país. Mas nos anos seguintes a medida acabou ocorrendo de outra forma.
Já não eram mais consecutivos os períodos onde ocorriam o horário de verão no país. Começou então a ter períodos mais espaçados.

Primeiramente entre 1949 e 1953, e depois voltou a ocorrer em 1963 a 1968, e voltou novamente só em 1985 e permaneceu até agora.

No momento em que o atual presidente da República determinou na presente data o fim do horário de verão no país.

O horário ne verão, no entanto ocorre sempre de forma variável e dura em média cerca de 120 dias. Já no ano de 2008 passou a ter um caráter permanente.

No mundo inteiro, o horário de verão também é adotado por mais 70 países além do Brasil. Desta forma, acaba atingindo cerca de um quarto da população mundial.

 

Escrito por Pedro Machado

Apaixonado por marketing digital, colunista em diversos sites e páginas do facebook. Trabalhando como redator autônomo há mais de 5 anos. Contato: [email protected]