Bolsonaro falou que os militares que receberam auxílio emergencial são ‘jovens do serviço obrigatório’

Ministério da Defesa identificou que auxílio, destinado a trabalhadores informais, foi pago a 73,2 mil militares.

O presidente Jair Bolsonaro, acabou de afirmar nesta quarta-feira, 13 de maio, que os militares que estão recebendo o auxilio emergencial de R$600, são “jovens” que estão prestando o serviço militar obrigatório.

O presidente ainda disse que aqueles que estão recebendo o beneficio de forma indevida, será severamente punido.

PUBLICIDADE

De acordo com o governo federal, cerca de mais de 73 mil militares que estão ativos, inativos, temporários, pensionistas, de carreira, dependentes e anistiados, ambos receberam o beneficio, que é designado aos trabalhadores informais, e que estão sendo afetados economicamente pela nova pandemia do covid-19.

Este benefecio não se destina somente aos informais, mas também as pessoas que encontram-se desempregadas no país. O Ministério da Defesa disse que as Forças Armadas esta analisando o caso dessa situação em que os militares estão recebendo o beneficio do coronavoucher.

PUBLICIDADE

Bolsonaro ao comentar o caso, disse que essas pessoas são os militares categorizados como oriundos, que são de famílias mais pobres, e que no ano de 2019 não possuíam renda. “Não se fala de militares, mas sim do prestador de serviço militar inicial. Cerca de 3% da galera oriunda que presta serviço militar, que são de classes mais humildes”.

Bolsonaro ainda fez uma afirmação, que as pessoas que estão nesse meio militar, que fizer besteira, irá pagar. Ainda disse que os militares devem devolver o dinheiro do beneficio e que haverá uma punição.

“ Como no ano passado, os filhos de pessoas pobres, que não possuem renda alguma, acabaram por receber o auxilio. No entanto, quando isso esta no nosso meio, quando algo errado acontece, ai o bicho pega.

Aqueles que estão sendo identificados, irão devolver todo o dinheiro, vão pagar e ainda receberão uma punição disciplinar no próprio exercito. Isso não costuma acontecer com freqüência em outras áreas. São classificados como militares, porem se tratando de jovens que tiveram que se alistar obrigatoriamente”.

 

Escrito por V Guimarães

Colunista de todos os assuntos, como tv, famosos, culinaria, medicina, filmes, series, saude, bem-estar, lazer. Gosto de todos os assuntos