Bolsonaro sai em defesa do trabalho infantil durante evento da Abrasel

Na última terça-feira (25), o presidente da República Jair Bolsonaro voltou a sair em defesa do trabalho infantil. Durante um evento realizado pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), na cidade de Brasília, Distrito Federal, Bolsonaro afirmou que atualmente os menores podem “fumar um paralelepípedo de crack”, mas não podem trabalhar.

É válido lembrar, entretanto, que a prática do trabalho infantil é proibida no território nacional por lei, prevista no Estatuto da Criança e do Adolescente.

PUBLICIDADE

Ainda durante a ocasião, Bolsonaro destacou que os tempos nos quais as crianças podiam trabalhar são percebidos por ele como bons. O evento em questão foi transmitido ao vivo e apresentado por Paulo Solmucci, empresário responsável por presidir a Abrasel.

Durante a reunião em questão, Jair Bolsonaro conversou com empresários e lobistas que estão pedindo socorro ao governo em decorrência da crise gerada pela pandemia do novo coronavírus. Na ocasião, ele afirmou que chegou a trabalhar em um bar quando tinha apenas 10 anos de idade, por ordens do seu pai. Então, ele foi aplaudido pelos empresários.

PUBLICIDADE

Ainda relatando a história, o presidente da  República afirmou que não possuía carteira de trabalho assinada à época e estudava no período da manhã. Assim, durante a tarde, ele trabalhava no bar em questão. De acordo com ele, o local era de pouco movimento e as pessoas que consumiam muita bebida chegavam após o fim do seu expediente.

 

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.