Bombeiro alcoolizado atropela ciclista, mas exame de alcoolemia só é realizado 6 horas após e resultado e dá negativo

O exame de alcoolemia do capitão do Corpo de Bombeiros do Rio João Maurício Correia Passos, preso por atropelar e matar um ciclista na manhã de segunda-feira (11), deu negativo. O teste foi realizado seis horas após o acidente, quando o militar foi encontrado após fugir do local do crime.

O Capitão do Corpo de Bombeiros do Rio, João Maria Correia Passos após realizar o exame de alcoolemia deu negativo.

PUBLICIDADE

O Capitão foi preso por atropelar e matar um ciclista na última segunda-feira (11), o teste foi realizado poucas horas após o atropelamento.

O militar fugiu do local do crime, a Polícia Civil não aguardou o resultado do exame e indiciou o bombeiro por homicídio dolo eventual, por embriaguez ao volante e fuga do local.

PUBLICIDADE

Alan Luxardo delegado da 42ª DP levou em consideração o vídeo que mostra o Capitão João Maurício cambaleando com garrafas na mão poucos minutos antes de ocorrer o atropelamento.

O delegado ouviu também testemunhas e o fato do bombeiro ter fugido do local do crime, câmeras de segurança flagram o momento que o Capitão aparece comprando cerveja.

Foi apurado também que João Maurício tem quase 20 multas de trânsito vencidas, mas não foram pagas, as citações são por dirigir acima da velocidade, por habilitação suspensa e por infração como estacionar em lugares indevidos.

O total das multas são mais de r$ 2.800 as multas foram aplicadas em 2013 e 2020, testemunhas afirmaram que o bombeiro estava em alta velocidade quando atropelou o ciclista Cláudio Leite de 57 anos.

Os socorristas foram acionados, mas quando chegaram ao local Cláudio já estava sem vida, o oficial João Maurício fugiu do local após o atropelamento que aconteceu no Recreio dos Bandeirantes.

 

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.