Casal processa Planned Parenthood após fracasso no aborto e quer US $765.000 por “criança não planejada”

“O feto agora se desenvolveu em torno de nove semanas”, diz o processo. “Senhora. Coons não poderiam sancionar moralmente mais ações para acabar com o feto.”

A Planned Parenthood, diz a ação, é a culpada pelo fracasso do aborto.

“A falha do réu em supervisionar e administrar adequadamente o serviço de aborto resultou diretamente no fracasso do término da gravidez, que resultou em prejuízo aos interesses dos demandantes no planejamento familiar e seus interesses no planejamento financeiro para o futuro de sua família”, diz o processo.

O bebê nasceu com “problemas de icterícia e açúcar no sangue”. Além disso, o casal está preocupado que o bebê “pode ​​desenvolver alguma sequela ou lesão na idade adulta”, de acordo com o processo.

O casal quer $ 765.000 em indenização pela “criança adicional não planejada”.

O site da Planned Parenthood diz que a pílula do aborto é 94-98 por cento bem sucedida durante as primeiras oito semanas de gravidez. Com informações de Christian Headlines

Escrito por Pedro Machado

Apaixonado por marketing digital, colunista em diversos sites e páginas do facebook. Trabalhando como redator autônomo há mais de 5 anos. Contato: [email protected]