Caso Enzo: Entre o laudo e as testemunhas, o homem teve a intenção de matar o menino de 4 anos, no dia do seu aniversário no Rio: “Queremos justiça”

O inquérito do menino que foi baleado na festa de aniversário chegou ao fim.

O caso do menino Douglas Enzo, assassinado na festa de aniversário, chegou ao fim, segundo o delegado Antônio Silvino, da 66°DP, concluiu o processo.

Segundo ele, os laudos e os testemunhos, comprovaram que o acusado Pedro Vinícius de 21 anos, atingiu a criança, com a intenção de o matar, e não acidentalmente como estava sendo suspeito.

PUBLICIDADE

O menino Douglas, foi assassinado no dia 7 de junho, durante a sua festinha de aniversário. Segundo os parentes, o acusado chegou na companhia de outros convidados.

O delegado ainda irá enviar o inquérito à Justiça, para mudar os fatos que no inicio de tratava de um homicídio culposo, e agora comprovado um homicídio doloso qualificado, com a agravante de ser sido contra uma criança.

PUBLICIDADE

Pedro, também foi multado por se fazer acompanhar por porte ilegal de arma de fogo. O delegado, acrescenta ainda que depois de serem realizados todos os procedimentos, o laudo de necropsia, no local dos disparos e dos depoimentos, incluindo um dos irmãos do menino, que também prestaram declarações na delegacia, foi possível chegar a conclusão que o disparo feito pelo culpado, foi em direção à vítima.

Ele tinha a intenção de matar a criança, por isso disparou sobre ele, propositadamente e não acidentalmente. Ainda segundo o relato das testemunhas, o culpado também teria torcido o braço do menino, e apertado o pescoço a um dos irmãos.

Pedro Vinícius, foi apanhado em flagrante, e argumentou que a arma teria caído no chão, e o disparo foi acidental atingindo a criança.

Relembre, que o pai do menino já teria testemunhado, e confirmou os fatos. Que o homem teria pegado na criança e teria o matado, propositadamente. A família pede por justiça em nome do menino Enzo de quatro anos, que tinha uma vida pela frente e cheio de sonhos, destruídos em momentos. Desejamos que a justiça seja feita.

 

Escrito por Carla Sofia

Sou especialista em Receitas, dicas e saúde! Gosto sempre de estar atualizada de novas receitas e formas medicinais!