Caso Henry: Filha da ex-namorada de Jairinho acusa o vereador de agressão

A menina prestou depoimento na DPCA ainda essa semana

As investigações relativas à morte do menino Henry Borel, ainda no dia 8 de março, estão tendo alguns avanços recentemente. De encontro a isso, é possível destacar que a Polícia Civil do estado do Rio de Janeiro tem conseguido progredir com o caso após começar a coletar os depoimentos de algumas testemunhas.

Assim, uma das pessoas a prestar depoimento a respeito do caso de Henry foi a filha de uma das ex-namoradas do vereador Doutor Jairinho, o padrasto do menino. A jovem em questão ,de 13 anos de idade, conversou com as autoridades competentes na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) ainda essa semana.

PUBLICIDADE

Segundo as informações veiculadas na web, a garota falou com a polícia durante 5 horas. Na ocasião citada, ela alegou ter sido agredida por  Jairinho no período em que ele e a sua mãe namoravam. Quando tudo aconteceu, a jovem tinha apenas 4 anos de idade, a mesma que Henry na ocasião da sua morte.

Quem também falou a respeito dos fatos destacados foi a ex-namorada em questão. De acordo com ela, uma denúncia não foi formalizada à época porque ela sentiu medo.  A mulher ainda relatou que o vereador chegou a procurar por ela na semana passada, depois de anos afastado, e o tom usado para a conversa foi de ameaça.

PUBLICIDADE

É possível afirmar que a garota de 13 anos foi localizada pelo pai de Henry, Leniel Borel. Esse histórico pode fazer com que a situação de Jairinho se torne mais complicada na perspectiva da polícia.

 

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.