Caso Henry: Mãe do garoto concede entrevista à Record TV e afirma que ele era sua prioridade

A entrevista em questão foi exibida pela emissora ainda na última segunda-feira

A morte do menino Henry Borel, de apenas 4 anos de idade, ainda está cercada de mistérios. Assim, até alguns dias atrás o caso era tratado como uma fatalidade e fruto de um acidente doméstico. Logo, cogitava-se a possibilidade de que o menino tivesse caído da cama, mas não tivesse resistido.

Entretanto, recentemente um detalhe foi responsável por mudar os rumos das investigações. De acordo com um médico, que falou diretamente com Leniel Borel, o pai de Henry, o corpo do menino deveria passar por uma perícia para que as circunstâncias da morte pudessem ser apuradas. Então, Leniel concordou e a partir disso várias coisas vieram à tona, especialmente sobre a vida de Monique Medeiros, a mãe de Henry.

PUBLICIDADE

Ainda no último domingo (21), uma equipe do Fantástico conseguiu entrar no quarto onde Henry teria sofrido o acidente e mostrou imagens do local.  O caso, que já estava gerando comoção nacional, acabou ganhando ainda mais repercussão. Além disso, na última segunda-feira (22), a  Record TV também abriu espaço em seus programas jornalísticos para falara da morte de Henry, exibindo uma entrevista com Monique.

Durante a entrevista em questão, ela afirmou que Henry era a sua grande prioridade e o seu motivo para viver. Entretanto, a morte do menino continua cercada de polêmicas, especialmente após a divulgação do laudo do IML, que é consistente com o fato de que Henry pode ter sofrido violência antes de morrer.

PUBLICIDADE

 

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.