Caso incomum garota de 4 anos contrai doença rara após ser contaminada por covid-19

Um caso bastante incomum está deixando médicos de (SP), bastante intrigados logo após uma menina de apenas 4 anos ser contaminada pelo novo corona vírus e pegar uma doença bastante rara, a síndrome hemolítica urêmica, no mesmo tempo que testou positivo para o novo corona vírus.

Mas um  caso de paciente que teve uma complicação na saúde devido ao corona vírus, um caso bastante raro que está preocupando muito os médicos no interior de SP.

Um caso bastante incomum está deixando médicos de (SP), bastante intrigados logo após uma menina de apenas 4 anos ser contaminada pelo novo corona vírus e pegar uma doença bastante rara, a síndrome hemolítica urêmica, no mesmo tempo que testou positivo para o novo corona vírus.

PUBLICIDADE

Médicos onde a menina está internada em tratamento falaram para a mãe da menina que o segundo caso no mundo de crianças que teve combinação da síndrome com o covid-19.

A médica que está cuidando do caso da menina revela que o caso de Ester é “incomum”.

PUBLICIDADE

A menina começou a apresentar os primeiros casos de covid no dia 4 de março e foi confirmado no dia 6 do mês passado.

A menina precisou ser internada no dia 7, e até o momento continua na UTI, mesmo aos cuidados especiais da UTI o estado de saúde da menina e bom, mas está fazendo Diálise porque a síndrome atacou os rins, conta a mãe da menina.

A menina continua internada enquanto os pais fazem um tratamento para aprender a fazer a diálise em casa, para o conforto da menina e até dos pais. A doutora Fabiana explica que a síndrome é causada pelo início de uma infecção causada por uma bactéria.

 

 

 

Escrito por Hosana Oliveira

Sou uma redatora que procura sempre estar bem informada do que esta acontecendo na mídia, faço do meu trabalho um aprendizado a cada dia