Caso Miguel: No dia que a ex-patroa vai depor, mãe de Miguel aguarda saída da delegacia: “Eu tinha que vir, lhe falar umas verdades na cara dela”

O caso do menino que caiu do 9° andar, está a seguir com o inquérito. A ex-patroa de Mirtes foi prestar depoimento na delegacia.

Se o local só abre às 8h, mas Sari chegou 2 horas antes, as 6. “Ela está com medo de quê, que não pode esperar o horário normal da delegacia abrir, como todo o mundo?”,questiona a mãe de Miguel.

A mãe do menino, também compareceu na delegacia, no dia que a ex-patroa iria prestar depoimento, nesta segunda-feira(29).

PUBLICIDADE

“Eu nem queria, mas eu precisava de vir, para falar algo na cara dela. E eu vou continuar aqui, até ela sair”, diz Mirtes.

PUBLICIDADE

Já em torno das 10h50, a mãe do menino recebeu autorização para entrar na delegacia, acompanhada com um advogado que a apresenta. A Delegacia tem abertura as 8h, mas nesta segunda abriu mais cedo que a hora prevista. A ex-patroa de Mirtes chegou no local por cerca das 5h50 para prestar declarações.

Mirtes revoltada com o que está acontecendo há sua volta, questionou qual o motivo de Sari chegar com bastante tempo de antecedência. Numa nota enviada, à Polícia Civil ela contou que os advogados da ex-patroa teriam pedido que as declarações, fossem realizadas mais cedo, e que”considerando os argumentos, relativos ao acumulo de muita gente, poderia causar agressão, há arguida por parte dos habitantes”, queria-se fazer em sigilo, o delegado aprovou o pedido.

A mãe de Miguel, relatou ainda emocionada como passou o seu último domingo(28), olhando para a casa da vizinha.

“Ontem, eu passei o meu dia muito ruim. Aquela tristeza, da saudade do meu filho apertou demais. Porque aquela casa, perdeu o sentido e a vontade de arrumar, já não tem mais o meu filho para bagunçar”, conta.

Ainda no dia que o acidente ocorreu, Sari foi apanhada em flagrante, por homicídio culposo, onde acabou por sair em liberdade após ter pago uma fiança. As imagens captadas do lado de dentro do prédio, mostraram a ex-patroa que na primeira vista parece que esta a mandar o menino, para o elevador e andares superiores, enquanto ele chamava pela mãe, que tinha ido na rua passear os seus cachorros.

Ainda a perícia, mostrou que o menino caiu do 9°andar, no dia 2 de junho. A mãe estaria passeando os cachorros da família, quando aconteceu a tragédia.

Depois de ter acesso as imagens captadas, Mirtes finalmente chegou na conclusão que teria acontecido com o filho.”Ela mentiu para mim, dentro do hospital. E após o funeral do meu filho, me enviaram os vídeos. Quando vi, entrei em choque”, recorda.

Nesta segunda-feira(29), Mirtes chegou acompanhada com o seu cunhado, pouco depois das 8h. Logo após chegaram suas irmas que lhe deram bastante apoio.

“A gente hoje já iriamos tentar mudar os fatos de homicídio de culpa para o doloso. Mas não tínhamos ideia que ela viria. Como é que um delegado, pode chegar antes da hora de abertura para atender alguém?É revoltante. Como não bastasse a perda, ainda tem aquela sensação, que a justiça não está certa”, conta revoltada a tia de Miguel Fabiana Souza.

Escrito por Carla Sofia

Sou especialista em Receitas, dicas e saúde! Gosto sempre de estar atualizada de novas receitas e formas medicinais!