China ainda proibe cultos online em meio pandemia

Mais um ato contra o cristianismo adotado pelo governo chinês

Meio adotado por praticamente todas igrejas mundo a fora por conta do Covid-19, porém o governo chinês segue firme com a proibição do mesmo no país.

São mínimas as instituições que ainda possuem o aval do governo para realizar tais atos. Um dos pastores de uma das igrejas subterrâneas que existem ao redor do país pronunciou que nem online estão podemos mais realizar os cultos.

PUBLICIDADE

A última tentativa foi através de um aplicativo e em poucos minutos de transmissão o governo bloqueou a transmissão. Relata o pastor indignado com essa situação.

No país há uma lei em vigor que foi criada em 2018 e ela proíbe qualquer tipo de transmissão em streamig de culto religioso. Seja ele qual for, e também proíbe qualquer tipo de transmissão de ato religioso até uma simples oração ou um louvor.

PUBLICIDADE

O cerco está fechando cada vez mais por lá e o cristianismo é a cada dia mais perseguido na China. Uma triste realidade que nos coloca em uma situação privilegiada por podermos cultuar a Deus livremente por aqui.

E devemos orar pelos nossos irmãos de fé que se convertem mais são impedidos de cultuar a Deus, muitos são sentenciados a morte. Ou seja aquele que verdadeiramente se converte tem que dar sua própria vida pelo evangelho.

Lá há dois tipos de igrejas, uma autorizada pelo governo que recebe várias restrições que impedem que as pessoas adorem a Deus e outro tipo são as igrejas clandestinas. É por lá que rola a grande perseguição quando são descobertas acabam torturados e mortos.

Por isso devemos orar e muito e dar valor a liberdade que possuímos aqui. Podendo assim cultuar livremente todos os domingos sem medo de sermos capturados, torturados e mortos.

Compartilhe com todos seus amigos e familiares para que juntos possam orar para que Deus tenha misericórdia dessa nação e faça algo por eles.

Escrito por Ricardo Ferreira Rodrigues

Experiência em redação para plataformas em variados nichos, precisando de alguma notícia específica pode mandar mensagem no 19987129041 e solicitar o pronto atendimento