Corpos de suspeitos de abuso contra estudante de psicologia são encontrados com bilhete ao lado: “Tá aí os dois que abusou da mulher Andreza”

A estudante irá fazer o reconhecimento dos corpos para identificar se eles participaram ou não do abuso.

A polícia encontrou dois corpos que estavam abandonados em uma área de mata, na noite do último sábado (4) em Cabo Frio no Rio de Janeiro.

A morte dos homens pode estar ligada ao sequestro e abuso da estudante de Psicologia de 21 anos, que foi abusada por 3 homens durante quatro horas.

PUBLICIDADE

Ao lado dos corpos foi encontrado um bilhete que fazia referência ao abuso praticado contra a jovem Andreza Nascimento na madrugada da última sexta-feira (3): “Tha ai os 2 que estuprou a mulher Andresa”.

De acordo com informações da Polícia Civil do Rio de Janeiro os corpos eram de dois homens que moravam na localidade da Boca do Mato em Cabo Frio, região bastante conhecida pelas constantes movimentações e ações intensas da polícia contra o tráfico de droga atuante na região.

PUBLICIDADE

As primeiras investigações mostraram que os dois suspeitos que foram encontrados primeiro foram torturados e depois executados com disparos de armas de fogo.

A polícia disse que os dois homens estavam envolvidos em um assalto a um taxista no mês de abril, eles bateram muito no taxista e depois o abandonaram trancado no porta-malas do carro.
Andreza irá comparecer ao local para fazer o reconhecimento dos corpos que foram encontrados na intenção de identificar se os homens eram os mesmos que a sequestraram e abusaram.

Três homens abordaram Andreza quando ela saía na porta de casa para se encontrar com o amigo que a esperava no carro, na cidade de São Pedro da Aldeia, no Rio de Janeiro.

Os homens obrigaram a jovem a entrar no carro do amigo e seguiram até um local onde decidiram trancar o amigo da moça no porta-malas do carro e abusaram da estudante de psicologia por quatro horas seguidas.

Depois que terminaram os abusos, os bandidos colocaram Andreza no porta-malas onde estava o amigo e os criminosos ameaçaram colocar fogo no veículo com os dois presos no porta-malas.

Andreza e o amigo conseguiram abrir o porta-malas por dentro e encontraram uma viatura que os ajudaram. A jovem foi levada pelos policiais ao hospital, e o jovem seguiu para a delegacia onde fez o B.O.

 

Escrito por Pedro Machado

Apaixonado por marketing digital, colunista em diversos sites e páginas do facebook. Trabalhando como redator autônomo há mais de 5 anos. Contato: [email protected]