Criança de 9 anos deu um fim em sua vida após sofrer bullying na escola ao revelar homossexualidade

A mãe contou que o filho sofreu bullying na escola e dá dicas de como reconhecer os sinais.

A família de um garoto de apenas 9 anos está em choque, o menino deu um fim a sua vida depois de revelar para a família e para os amigos da escola sua opção sexual. Depois que contou aos colegas começou a ser intimidado e não aguentou a reação deles.

A escola está investigando as alegações de bullying e tem conselheiros à disposição para ajudar os alunos a lidar com a morte de Myles. Infelizmente o bullyng é um problema grave que precisa receber a devida atenção, é um problema que tem tomado proporções gigantescas e muitos finais trágicos se devem ao bullying sofrido nas escolas.

Há também relatos de que o número de suicídio está aumentando em geral nos Estados Unidos e no mundo, inclusive por crianças. Entre as crianças de cinco a 12 anos, um total de 1.309 delas se suicidou desde 1999, de acordo com os Centros para Controle e Prevenção de Doenças dos EUA.

O suicídio de jovens também tem aumentado assustadoramente, é a segunda principal causa de morte entre jovens entre 15 e 24 anos de idade, de acordo com kidsdata.org.

O Instituto Anti-Bullying afirmou que um em cada sete alunos do primário são intimidados ou foram vítimas de bullying. Por esse motivo acredita-se que 160.000 crianças não vão à escola por causa do medo de serem agredidas por seus colegas. As ameaças on-line também estão crescendo, com 35% das crianças dizendo que já foram ameaçadas.

Escrito por Pedro Machado

Apaixonado por marketing digital, colunista em diversos sites e páginas do facebook. Trabalhando como redator autônomo há mais de 5 anos. Contato: [email protected]