Crianças em perigo: “Aluno fere outro em escola no RJ em menos de 24 horas do ataque em Suzano” Vídeo

O menor foi encaminhado a Delegacia de Proteção ao menor e ao adolescente.

Aconteceu mais um ataque de aluno em uma escola no Rio de Janeiro na última quinta-feira (14). O caso aconteceu na escola Ciep Brigadeiro Sérgio Carvalho, em Campo Grande, zona oeste do Rio de Janeiro.

Um jovem de 17 anos atacou outro aluno da escola com uma faca, tudo aconteceu em menos de 24 horas após a tragédia que aconteceu na escola em Suzano, região metropolitana de São Paulo.

PUBLICIDADE

A polícia informou que o jovem pensava em se matar e atacou o aluno porque queria ficar em uma situação difícil que o obrigaria a se matar. Em nota, a Polícia Civil declarou que esse seria o motivo do ataque:

“ficar em uma situação em que não tivesse saída e precisasse se matar”. A vítima foi levada a um hospital da região, levou pontos no braço e foi liberado logo em seguida.

PUBLICIDADE

A família do jovem de 17 anos alegou ao delegado que o jovem sofre de problemas psicológicos, eles chegaram até a apresentar um laudo para o delegado responsável pelo caso, mas o laudo foi considerado inconclusivo.
O secretário de educação do Rio de Janeiro, Pedro Fernandes, disse que era o primeiro dia do aluno que foi ferido, isso pode indicar que o jovem pretendia atacar outros alunos com a faca, pois não se tratava de uma briga ou de uma desavença entre alunos, os dois não se conheciam.

“Eles não se conheciam. Os relatos que nós tivemos é que ele foi pra escola no intuito de tirar a sua vida e a de outros alunos”, disse Pedro Fernandes.

O menor autor do ataque deverá ser encaminhado a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente. A polícia deve pedir um novo laudo para atestar a sanidade mental do acusado e deve passar por um novo exame de avaliação psicológico.

No entanto há a especulação se o jovem teria agido incentivado pelo ataque premeditado e executado pelos autores Guilherme Taucci e Luiz Castro na escola em Suzano onde os autores mataram 8 pessoas inocentes e depois tiraram suas vidas logo após o ataque. Nossas crianças estão em perigo diante da insegurança que paira em todas as escolas.

Escrito por Pedro Machado

Apaixonado por marketing digital, colunista em diversos sites e páginas do facebook. Trabalhando como redator autônomo há mais de 5 anos. Contato: [email protected]