Cuidado! Boneca Momo ensina suicídio para crianças em vídeos infantis do YouTube

Personagem aparece no meio de vídeos do YouTube Kids; com imagens assustadoras e áudio em inglês, ela ensina o passo a passo para o suicídio

Uma boneca macabra está assustando crianças em todo o mundo. Batizada de Momo, a personagem, que tem visual assustadora, foi colocada em diversos vídeos de conteúdo infantil do YouTube Kids, plataforma feita especialmente para crianças, e aparece em momentos aleatórios, no meio das imagens, com recados suicídas.

Sem nenhum aviso, imagens da Momo estão integradas dentro de vídeos feitos para o público infantil. Assim, enquanto as crianças assistem um determinado programa ou o clipe de uma música, as imagens são interrompidas para darem espaço à boneca.

PUBLICIDADE

Em inglês, ela dá orientações de como cometer suicídio . Mas é preciso tomar cuidado: nem apenas as crianças que compreendem a língua estão sujeitas ao perigo.

Além do áudio explicando como cortar os pulsos com muitos objetos que podem estar na própria casa, e imagens demonstrando o ato, fazendo com que se torne facilmente imitável pelas crianças.

PUBLICIDADE

Há informações que a boneca aparece no meio de vários vídeos do YouTube Kids : alguns em que crianças fazem slime, em episódios de desenho e até mesmo roubam alguns minutos de músicas infantis, como a famosa ” Baby Shark “.  
No Twitter, diversos usuários passaram a confirmar o problema, deixando o assunto entre os mais comentados da rede social. Os internautas afirmam que as crianças de sua família ou de conhecidos já sabiam quem era a boneca Momo e que estavam com medo.

Há também relatos de que, além de cometer suicídio, a personagem estimula as crianças a fazerem outros desafios, como esfaquear outras pessoas da casa.

Para influenciar os pequenos a realmente fazerem o ato, a boneca retorna no fim do vídeo com ameaças e diz que, caso a criança não cumpra a ordem, ela vai voltar para pegá-la durante a noite. Assim, causando medo, é mais provável que a criança realmente o faça.

   Professor armado com facão e besta invade Secretaria de Educação do DF

Um professor armado invadiu, nesta sexta-feira (15), a sede da Secretaria de Educação do Distrito Federal, no Setor Bancário Norte. Ele levava uma faca de caça e uma besta (espécie de arco) com seis flechas – arma idêntica à que foi usada no massacre de Suzano.

O homem chegou a subir até o 12º andar, onde fica o gabinete do secretário Rafael Parente – que estava em uma reunião na Residência Oficial do Governo do DF.

Funcionários notaram parte da besta para fora da mochila e acionaram a PM que deteve o suspeito antes que ele conseguisse ferir alguém. O homem, de 54 anos, foi levado para a 5ª DP, que fica na região central de Brasília.

De acordo com informações, ele é professor de violino erudito da Escola de Música de Brasília e tem histórico de problemas psíquicos. De acordo com a pasta, ele relatava ter adoecido por conta do trabalho. O nome do suspeito não foi divulgado até a postagem desta reportagem.

A secretaria apontou que o professor já tinha procurado a Ouvidoria tinha alguns dias, mas voltou ao local alegando que “algo precisava ser feito”.
A invasão deixou os servidores em pânico. Durante os cerca de dez minutos de tensão, seguranças deram cobertura aos funcionários, que foram autorizados a voltar para casa (leia abaixo).

“Todos estão bem”, disse o secretário.

O vice-governador do DF, Paco Britto, determinou no início desta tarde o “afastamento imediato” e a abertura de um processo administrativo disciplinar (PAD) contra o professor.

     Dispensa dos servidores

Em sua conta na rede social, Rafael Parente informou que os servidores da sede que não se sentirem bem emocionalmente estão liberados para voltarem para casa. De acordo com a administração, “novas medidas de segurança do prédio já serão implementadas na segunda-feira [18]”.

 

 

Escrito por Pedro Machado

Apaixonado por marketing digital, colunista em diversos sites e páginas do facebook. Trabalhando como redator autônomo há mais de 5 anos. Contato: [email protected]