Dançarina do balé do Faustão é diagnosticada com doença rara que afeta os músculos da face

Há dois anos, a bailarina Carla Prata sofreu uma paralisia facial e foi diagnosticada com miastenia gravis

Carla Prata, dançarina do Balé do Faustão, passou por um momento desesperador ao ser diagnosticada com uma doença grave. Há cerca de dois anos, a bailarina sofreu uma paralisia facial e foi encaminhada ao médico, que descobriu a miastenia gravis, doença que atinge os músculos do rosto.

Por meio de uma entrevista, concedida ao Notícias da TV, Prata aponto que ser diagnosticada com essa doença a fez pensar que morreria cedo. De acordo com a dançarina, o pavor causado pela miastenia gravis foi tao grande que ela achava que pararia de respirar e morreria em decorrência da doença em um curto intervalo de tempo.

É possível destacar entre os sintomas da miastenia gravis a fraqueza muscular, a dificuldade para engolir e mastigar e ainda a queda das pálpebras – esse último fator, talvez, tenha facilitado o diagnóstico, uma vez que ele foi feito por um oftalmologista.

No ano anterior a descoberta da miastenia, Carla precisou passar por uma cirurgia no coração, com o fito de remover um tumor de 20cm, localizado no timo, uma glândula que fica atrás dos ossos do peito.

Uma vez que o oftalmologista percebeu a doença da dançarina, ela foi encaminhada por ele para um neurologista, visto que tal médico poderia fornecer exames mais aprofundados. Assim, partindo de características da dançarina e de seu histórico, o médico supracitado foi capaz de concluir que ela sofria mesmo com a miastenia. Atualmente, entretanto, a doença encontra-se sob controle e Carla precisa somente tomar medicação para mantê-la dessa forma.

Escrito por Pedro Machado

Apaixonado por marketing digital, colunista em diversos sites e páginas do facebook. Trabalhando como redator autônomo há mais de 5 anos. Contato: [email protected]