Defesa de Jair bolsonaro se diz tranquila após fortes acusações de moro

As acusações feitas pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro, a resposta de Jair Bolsonaro em pronunciamento, a forte repercussão internacional

 

O que se pode observar em relação a circulação de mensagens,  como informações sustentando as suspeitas pelo ministro da justiça Sérgio moro no pronunciamento que fez na manhã de sexta-feira (24) acusando o presidente Jair bolsonaro,não só de tentar interferir politicamente na polícia federal Mas também de querer controlar a PF,  para obter e ter acesso sobre investigações em andamento.

PUBLICIDADE

A questão que foi colocada nas reuniões realizadas no palácio do Planalto é que é a base de sustentação das acusações feitas por Sérgio moro. O presidente já estava reunido com vários assessores antes mesmo de mouro fazer a sua declaração.

Para já pensar em uma reação ao pronunciamento que viria pela frente,  ainda assim os auxiliares do presidente e o próprio Bolsonaro, foram pegos de surpresa pelo Tom tão forte das acusações feitas por Moro.

PUBLICIDADE

Depois disso sentaram-se novamente para tentar pensar em como desconstruir o discurso do juiz e agora também e os ministro então veio a ideia do presidente Jair bolsonaro fazer o pronunciamento na tarde de sexta-feira 24.

No qual entre outros pontos levantados por ele também acusou Sérgio moro de fazer uma barganha em relação a uma vaga no supremo tribunal federal em troca de uma acutação ao nome de Alexandre rangem para dirigir a polícia federal.

É dentro desse contexto que circulam novas mensagens para tentar dar fundamento a essas afirmações do ministro Sérgio moro os ministros têm se mantido muito discretos, evitando dar informações, mas o interlocutor do presidente esteve com ele antes de fazer  o pronunciamento durante e depois.

Fizeram um diagnóstico do cenário atual e ele disse que a orientação e aconselhamento que foi dado ao presidente diante das acusações feitas pelo ministro Sérgio moro, foi o de AGUARDE, isso porque enquanto não houvesse provas concretas das acusações que ele está fazendo, seria apenas ilações.

É muito importante falar que o procurador-geral da República Augusto Aras pediu ao supremo tribunal federal a abertura de uma investigação para averiguar as acusações feitas por Sérgio Moro e pediu não só uma oitiva como também e pediu que Moro apresentasse provas documentais que ajude a sustentar essas acusações.

A grande questão é, o que vai ser apresentado em juízo a expectativa em Brasília é que estamos lidando não só com o ex-ministro da justiça mas também com o juiz da lava jato um magistrado que tem toda a experiência para tentar se embasar com informações e com documentos que ajudem a sustentar acusações que ele fez com tanta gravidade.

Portanto espera-se que supostamente poderia se ter mais informações a subsidiar essa disputa de diversões entre moro e bolsonaro.  Ainda é cedo para traçar um diagnóstico e querer pesar essa balança para dizer quem está certo e quem está errado, porque o presidente diz uma coisa e o ex-ministro diz outra, houve uma ruptura brutal na redação dos dois e ainda não se sabe quais proporções esse episódio vai tomar.

 

Escrito por Redatora S Silva

Sou colunista de noticias, de famosos, tv, receitas, politicas e testemunhos e mensagens, reflexoes. Buscamos sempre o melhor, para que as notcias chega a tempo para todos.