Depois de 10 anos do caso de Eliza Samúdio, filho quer saber onde está o corpo da mãe

Revelação é de cortar o coração

Após dez anos de morte de Eliza Samúdio, o caso ainda é um grande mistério, mesmo sendo presos os suspeitos de tê-la assassinado, seu corpo nunca foi encontrado. Na época, o caso ganhou grande repercussão nacional.

O caso gerou muita polêmica e também indignação, Bruno foi preso e hoje responde em regime semiaberto para poder jogar futebol, mas ainda não conseguiu aceitação do público, pois muitos ainda estão revoltados com o corrido há 10 anos.

PUBLICIDADE

Eliza teve um filho com o goleiro Bruno, um dos acusados pelo seu assassinato. O filho da vítima ficou sobre os cuidados de sua mãe, Fátima.

Hoje a mãe de Eliza tem 55 anos e conta que seu neto, filho de Eliza, tem andado muito cabisbaixo, ás vezes chora, uma constante tristeza. O menino indaga a avó onde está o corpo de sua mãe, porém Fátima diz a ele que não sabe, pois o corpo nunca foi encontrado.

PUBLICIDADE

Sobre a mesa de estudo do menino fica o porta-retratos de sua mãe, durante a pandemia de covid-19 no país, ele tem realizado seus estudos em casa.

O menino também conta a avó que constantemente tem sonhado com sua mãe, é visto que a criança sofre muito com a ausência de sua progenitora, ainda mais de saber como que ela perdeu a vida.

Na época que sua mãe foi covardemente assassinada, Bruninho foi encontrado em Belo Horizonte, Minas Gerais, em uma favela, o menino tinha poucos meses de vida. Fátima, a avó materna do menino, conseguiu sua guarda.

Ela tem muita tristeza de ver o neto nesta situação de não poder prestar nem uma homenagem a sua mãe, não poder se quer levar uma flor ao seu túmulo.

 

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.