Depois de uma mobilizacao, mae e filhas deixam as ruas após doações e ajuda em atendimento odontológico e reforço escolar:”Eu nem acredito que minhas filhas estão tomando iogurte”, diz a mãe

Mãe com duas filhas deixam as ruas e vão receber ajuda após mobilização.

Ao telefone, Ana Paula Rodrigues, de quarenta e seus anos, diz que nem acredita que as filhas estão tomando iogurte. A alegria era tanta, que a mãe nem reclamou com Tainá e Gabriela, por estarem provando o quitute antes do jantar, um macarrão com peito de frango, que já há muito tempo que a família não via sobre a mesa.

Após a história ser contada das três que dividiam a vida entre dias em uma calcada no Centro do Rio, teve destaque na Globo que contou a história desta família. Entre as calcadas, e um barraco precário, a história acabou por ganhar uma grande repercussão e mudou a vida desta família após uma onde de solidadriedade.

PUBLICIDADE

Ana Paula, é mãe de um filho mais velho, que está a passar por grandes dificuldades financeiras. Renan Rodrigues, conseguiu cadastrar uma chave PIX, por onde tem recebido as doações. Através dessas doações, foi possível ir no supermercado, e trazer o carrinho cheio de compras no valor trezentos reais, no qual deixou a geladeira cheia, como nunca foi possível anteriormente.

PUBLICIDADE

Após a onda solidária, a conta da família em poucas horas tinha chegado a mais de seiscentos reais, que aguardam o próximo destino. O pedreiro de vinte e seis anos, conta que não largou o telefone, no qual nem lembrava que o mesmo aparelho, servia para receber ligações. Ele conta ainda que as pessoas ofereceram comida, material de construção, tudo. Que ele e a sua família, não poderiam estar mais gratos. Ele diz ainda, que Deus vai dar em dobro para todos que estão a ajudar.

Com toda a ajuda recebida, para a família, Ana Paula garante que pelo menos por agora, não necessita de voltar para as ruas, onde conseguia alimentação. Até conseguir arranjar um emprego, enquanto fazia as obras na casa, sem porta, sem janela,ela pretende ficar na casa do filho.

E ainda não ficaram por aí as surpresas. A ajuda também chegou para os filhos. Um professor da rede municipal, ficou muito comovido com o relato da família, e se colocou à disposição para imprimir atividades escolares, e uma vez por semana, se deslocar até à casa da família, para ajudar as meninas nas disciplinas escolares.

A mãe acorda todos os dias, às sete horas da manha, para colocar as filhas a estudar, mesmo muitas vezes, não sabendo ensinar a filha, ela deixou o professor muito emocionado. A mãe tinha saído da favela, para manter as filhas com vida, e foi para uma situação de dignidade. Agora é necessário ajudar, no qual não há melhor saída que é a educação para que a situação não se reproduza, também com as crianças, ressalta o professor.

Ana conta ainda, que não conseguiu trabalho, devido a ter perdido todos os dentes, no qual agora irá receber todo o tratamento dentário gratuito, como também as filhas, O dentista da clínica AYO Odontologia, Victor Hugo Daniel, já presta serviço solidário com uma sócia, no qual a empresa também quer ajudar a família.

Hugo diz que ficou muito tocado quando Ana disse que não conseguia um emprego, devido há falta dos dentes. Como essa e uma solução, ele diz que pode ajudá-la, a ter uma qualidade de vida melhor, e por isso se colocou ao dispor da família.

Ana disse ainda, que já se sente uma pessoa mais importante, e que já imagina quando conseguir o seu sorriso de volta. No qual não poderia estar mais feliz.

 

Escrito por Carla Sofia

Sou especialista em Receitas, dicas e saúde! Gosto sempre de estar atualizada de novas receitas e formas medicinais!