Depois de ser diagnosticada com leucemia, menina de 6 anos morre de Covid-19 em SC:” A Covid tirou a chance de continuar a ‘vidinha’ da minha sobrinha”, diz tia

Uma menina de seis anos, foi mais uma vítima para as estatísticas do coronavírus, aproximadamente duas semanas depois de apresentar os primeiros sinais da doença.

Nesse tempo a menina Emanuelly Galdino Pedro, residia em Criciúma, no sul de SC, também foi diagnosticada com a doença de leucemia. A menina começou a manifestar os primeiros sintomas da doença, no passado dia nove deste mês, depois da mãe, e a avó terem digo diagnosticadas com a doença.

Já no passado dia onze, a família da menina, recebeu a confirmação, que ela também estava infectada com a doença. Entretanto, três dias depois, no domingo (14), ela necessitou de ser internada na unidade hospitalar de SC, em Criciúma.

PUBLICIDADE

Já na unidade, ela foi submetida a diversos exames, após representar manchas pelo corpo, olheiras, abatimento e sangramento no ouvido. Após todos os exames realizados, os médicos diagnosticaram que Emanuelly além da doença de coronavírus, tinha leucemia, acabando por ser transferida para outra unidade hospitalar, em Florianópolis,uma referência do estado para atendimento pediátrico.

De acordo com uma tia, Denise Galdino Rabello, no sábado dia treze, ela comprou algumas coisas, guloseimas que todas as crianças gostam, e a menina não comeu. Denise ressalta que isso a deixou muito preocupada.

PUBLICIDADE

A menina e a mãe, conseguiram autorização para acompanhar a menina, e ficaram numa ala isolada da unidade hospitalar. De acordo com a tia, os primeiros dias a menina ainda se encontrava lucida. Mas devido ao vírus, o quadro foi piorando, em poucos dias.

Denise conta ainda, que os médicos disseram que ela teve uma leucemia branda, tratável, com realização de quimioterapia. Logo após o tratamento, a vida dela ia seguir, mas a covid, tirou a oportunidade de ela continuar a ‘vidinha’ da sobrinha, conclui.

Denise desabafou ainda, que quando emanuelly morreu, ela estava ao lado dela, na manhã dessa última quarta-feira dia 24. Ela ressalta ainda, que também é mãe, tem seis filhos, e netos. No qual tudo isso, é uma experiência que jamais nenhuma tia, deveria passar com uma criança. Ela disse ainda, que foi um momento muito difícil, para todos. Que até ao fim da sua vida, jamais irá fechar os olhos, sem lembrar disso, conclui.

 

Escrito por Carla Sofia

Sou especialista em Receitas, dicas e saúde! Gosto sempre de estar atualizada de novas receitas e formas medicinais!