Doméstica que teve 40% do corpo queimado por seu ex-marido dá exemplo de superação ajudando outras mulheres vítimas de violência

O casal vivia um relacionamento conturbado de 7 anos entre idas e vindas, mas já estavam separados há 3 meses e moravam lado a lado.

A diarista Marciane Pereira dos Santos tinha 36 anos e estava chegando em sua casa no Espírito Santo na companhia de seus dois filhos de apenas dois anos e cinco anos de idade quando seu ex-marido André Luiz dos Santos apareceu e uma tragédia aconteceu.

Era mês de setembro e Marciane chegava em casa tranquilamente só não imaginava que seu ex-marido preparava algo muito ruim para ela.

PUBLICIDADE

O casal vivia um relacionamento conturbado de 7 anos entre idas e vindas, mas já estavam separados há 3 meses e moravam lado a lado.

André Luiz não aceitava que Marciane seguisse sua vida em um novo relacionamento e ao saber que ela havia encontrado outra pessoa quis tomar satisfação.

PUBLICIDADE

Marciane não queria briga, deixou os seus filhos na casa da vizinha, mas André Luiz tentou agredir a mulher com uma faca e logo em seguida jogou solvente, diesel e  tacou fogo no corpo de Marciane que teve 40% do corpo queimado e precisou passar por 18 cirurgias além de perder a perna esquerda e precisar de uma cadeira de rodas para se locomover.

Mas apesar de toda a tragédia vivida Marciane nunca desistiu, pois superou a tragédia vivida e hoje com muito bom humor e alegria de viver tem ajudado outras mulheres que são vítimas de violência doméstica.

Marciane é integrante do grupo mulheres guerreiras que ajuda cerca de 70 mulheres levando-as a combater uma relação tóxica e a denunciar os maus tratos sofridos. Uma verdadeira história de superação que é digna de ser compartilhada por todos.

 

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.