Dono de agência de modelos é condenado a 19 anos de prisão por abusar de meninas menores de idade que sonhavam em ser modelos

A justiça condenou o dono da agência por 19 anos e quatro meses de prisão, pelo crime de abuso de vulnerável.

Moacir Pereira Júnior de 31 anos, é dono da agência de modelos ego mgtm localizado em Vila Velha na Grande Vitória, o empresário foi acusado de ter abusado de seis modelos que trabalhavam na sua agência entre os anos de 2013 a 2017, nesta época todas as adolescentes eram de menor.

A justiça condenou o dono da agência por 19 anos e quatro meses de prisão, pelo crime de abuso de vulnerável, o produtor está preso desde outubro do ano passado na penitenciária Estadual de Vila Velha, de acordo com a polícia, o mandato de prisão preventiva foi expedido contra Moacir nessa época.

PUBLICIDADE

O Ministério Público do Espírito Santo, relatou que o empresário aproveitou-se da influência que possuía como agenciador de modelos e praticou abusos contra as adolescentes por meio de violência, constrangimento e fraude.

As adolescentes relataram o constrangimento que enfrentaram nas mãos do empresário, muitas imagens comprometedoras foram encontradas no estúdio do empresário Moacir Pereira.

PUBLICIDADE

A 3ª vara criminal de Vila Velha proferiu a sentença de condenação contra Moacir, a pena foi acrescentada porque os abusos eram cometidos continuamente, a mãe de uma das vítimas relatou que ela está feliz com a condenação do agenciador e sente um alivio.

Ela preferiu não se identificar, é uma mulher de 43 anos mãe de uma das adolescentes vítimas do empresário. De acordo com a mãe, ela tinha apenas 14 anos de idade na época quando foi realizar as fotos no estúdio, a menina acreditava que a secretária do estúdio acompanharia a sessão de fotos, mas isso não aconteceu, ela ficou sozinha com ele.

A mãe contou, que Moacir ofereceu a sua filha álcool para beber e perguntou se ela tinha algum segredo que os pais não sabiam, a adolescente disse que não e muitas foram as investidas do empresário.

A mãe só ficou sabendo do que estava acontecendo na delegacia de crimes contra criança e adolescente, soube que algumas adolescentes haviam sido colocadas em sites de prostituição, a assistente de Moacir disse que considera justa a sua condenação.

 

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.