Ela não usa mais absorventes e se expõe como tal para defender uma causa

Irene, de 20 anos, é a favor de que as mulheres sejam reembolsadas pela proteção higiênica utilizada no período da menstruação

Recentemente, uma estudante de 20 anos optou por passar um dia inteiro na universidade sem fazer uso de qualquer proteção higiênica, como absorventes ou coletores menstruais, durante o período relativo a sua menstruação.

Embora tais proteções sejam consideradas primordiais para o bem-estar das mulheres, elas ainda representam um alto custo e, por vezes, até mesmo um produto de luxo para pessoas em situação de vulnerabilidade social. Devido a isso, na França já são gerados reembolsos parciais pela previdência social relativos a esse custo.

PUBLICIDADE

Entretanto, a estudante que realizou a ação supracitada acredita que o reembolso deveria ser do valor total dos absorventes e demais métodos de proteção.

Um meio de se fazer ouvir

PUBLICIDADE

Dessa forma, o meio encontrado pela estudante de fazer a sua mensagem ser escutada foi passar um dia inteiro na universidade sem fazer uso de qualquer proteção no período da mestruação. Irene, a estudante em questão, circulou pelo local durante todo o dia usando uma leggin de cor cinza, capaz de deixar a mancha de sangue bastante visível.

Ela não se importou com as críticas, as piadas de mal gosto ou os olhares de julgamento direcionados à ela, chegando até mesmo a postar uma foto da ocasião em sua conta do Instagram.
Através de um comentário na postagem, Irene deixou ainda mais claro o seu ponto de vista sobre a questão tratada. De acordo com ela, “você pode não querer pagar por nossas proteções, você pode achar meu protesto inútil, sujo, desprezível, você não será capaz de impedir que nossos fluxos sejam liberados.

Pagamos o preço da opressão, o preço da misoginia, o preço da desigualdade, você não acha que vamos pagar ainda mais para colocar cloro em nossas vaginas enquanto você continua a estigmatizar e demonizar nosso sangue, nosso cabelo… deixe meu sangue escorrer “, comentou a estudante na foto do seu protesto silencioso.

Sem querer polemizar ou gerar problematizações, Irene ressalta que o seu gesto é apenas um vislumbre daquilo que acontecerá quando as mulheres decidirem não pagar pela proteção.

Qual sua opinião a respeito desse tema? Deixe registrado aqui o seu comentário. Ele é sempre de grandiosa importância para toda a nossa equipe e sempre auxilia no debate de temas com relevância para a nossa sociedade.

Escrito por Pedro Machado

Apaixonado por marketing digital, colunista em diversos sites e páginas do facebook. Trabalhando como redator autônomo há mais de 5 anos. Contato: [email protected]