Em menos de um mês, Curitiba triplica o número de caso com covid-19

Devido ao aumento de casos poderá haver aumento nas restrições

O Brasil tem vivido dias cada vez mais caóticos por conta da pandemia de covid-19. O vírus tem matado milhares de pessoas em todo o mundo.

Em Curitiba a população está ainda mais assustada, visto que os números de casos triplicaram no último mês, chegando a 3.298 casos do coronavírus e 116 fatalidades na terça-feira, 23 de junho.

PUBLICIDADE

De acordo com secretária de Saúde, Márcia Huçulak, o colapso do sistema de saúde ainda está no horizonte, mas se e a população de Curitiba não colaborar, terão grandes problemas, pois há um grupo negando a gravidade da pandemia .

Nos dois primeiros meses, o índice de infectados com a doença não eram tão assustadores, nem com a abertura dos comércios isso aconteceu, mas o por conta do inverno, os casos triplicaram e exigem mais atenção e restrições mais rígidas.

PUBLICIDADE

Por este motivo a prefeitura decidiu implantar no dia 9 de junho o um projeto de bandeiras, separado em três etapas, para regular as restrições no município, com base no modelo de Porto Alegre (RS).

Em uma semana, Curitiba saiu da bandeira amarela para a laranja, fechando igrejas e academias, por exemplo. A situação está cada vez mais complicada e assustadora.

A verdade é que a sociedade está preocupada com as atividades remuneradas e por conta disso muitos ainda não levado a sério a gravidade da pandemia, mesmo com medidas protetivas sérias, ainda há pessoas que não estão obedecendo.

Em Curitiba, o prefeito fechou academias, shoppings, igrejas, decretando limitação apenas para o que é considerado essencial, escolas e demais instituições já estão fechadas desde março. Porém por conta do número de casos, restrições mais sérias deverão ser tomadas em breve para evitar um colapso total.

 

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.