Equipe da Globo vive momentos de terror em assalto e sequestro relâmpago

Equipe de jornalismo da Globo sofreu assalto e sequestro relâmpago em Manaus, no Amazonas, na segunda-feira (2).

A violência que atinge as grandes cidades brasileiras não faz distinção das vítimas. Na segunda-feira (2) à tarde uma equipe de reportagem da Rede Amazônica, afiliada da Rede Globo em Manaus, foi vítima de um assalto que teve até sequestro relâmpago.

O caso ocorreu na zona norte da cidade amazonense. Produtora, cinegrafista e apresentadora foram vítimas do crime. Os suspeitos renderam os três profissionais da Globo mais uma entrevistada que também estava no veículo. O carro em que eles estavam foi levado.

Mais do que isso: o cinegrafista foi feito refém pelos criminosos. Ele foi obrigado pelos suspeitos do crime a dirigir o carro até outro local dentro da capital amazonense. A produtora de jornalismo do canal, Camila Romero, de 30 anos, deu detalhes do ocorrido.

Segundo ela, a equipe tinha gravado um comercial institucional quando foi abordada pelos dois bandidos. Um deles vestia um uniforme escolar. Eles pediam calma e diziam que não queriam levar nada da equipe.

Neste momento, dentro do carro estava uma entrevistada, que mora no bairro onde eles estavam, e a apresentadora Natália Teodoro, que comanda o Jornal do Amazonas 2ª Edição. O cinegrafista se preparava para entrar no veículo. Camila afirmou que os dois assaltantes eram muito jovens. Provalmente, menores de 18 anos.

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista profissional desde 2015. Escrevo sobre política, famosos, curiosidades e tudo que possa render bons textos e boas histórias!