Estudante de 17 anos, é a mais nova vitima da covid-19 no Rio, ela sonhava em ser médica

Kamilly Ribeiro não possuía doenças pré-existentes e antes de vir á óbito ela estava internada em um hospital na Baixada fluminense.

Nesta última quarta feira, dia 15 de abril, a prefeitura de Duque de Caxias confirmou a morte de um jovem estudante de 17 anos, a mais nova vitima do novo coronavírus no estado.

A jovem Kamilly Ribeiro estava internada já fazia pelo menos 20 dias na CTI do hospital Moacir do Carmo, não resistindo e vindo á falecer, segundo relatos de familiares, Kamilly sonhava em ser médica.

PUBLICIDADE

Segundo relatos, a jovem não possuía doenças pré-existentes, a mãe da jovem também estava internada infectada pelo novo coronavírus, mas já teve uma boa recuperação e já ganhou alta.

Até o momento não houve mais informações sobre o caso, e o hospital não divulgou mais informações sobre o caso de Kamilly, tudo que se sabe até o presente momento é que ela era uma jovem saudável que foi contaminada vindo á óbito em pouco tempo.

PUBLICIDADE

O estado do Rio de Janeiro até o momento acumula mais de 41 mortes ocasionadas pela covid-19, conforme declarado pelo ministério da saúde, porém desde o inicio já foram constatados 265 mortes no estado.

O caso de contaminação pelo coronavírus já chegaram á 3.743, 522 confirmados, uma porcentagem maior do que foi divulgado um dia anterior, possuindo um aumento de 16%.

Até o presente momento, o estado do rio de Janeiro liderança em segundo lugar sendo mais afetado pela contaminação da doença, perdendo apenas para São Paulo.

O estado que mais possui um grande numero de habitantes, somando 778 mortes, com mais de 11.043 casos confirmados pela contaminação do vírus.

Já em todo o pais já foram constatadas mais de 1.736 mortes, podendo ser somado um índice de 13% a mais em um dia, além de 28.320 casos confirmados da doença.

O pior de tudo é que a situação só tem aumentado, mesmo as pessoas estando cumprindo as medidas sociais de isolamento que foram impostas pelo ministério da saúde.

Com base nisso já puderam ser somados a porcentagem de 84%, esse é o número de mortes que foram constatados e, apenas 7 dias, o que tem deixado a população alarmada.

Escrito por Margareth Santos

Gosto de dedicar uma parte do meu tempo levando noticias e informações através de matérias relacionadas a tudo, inclusive de saúde, culinária, famosos e do mundo da maternidade.