EUA prioziram apoio para a Argentina e Romênia na OCDE; governo americano afirma que também quer o Brasil no grupo em um futuro não distante

Os Estados Unidos confirmaram o apoio para os dois países, porém, não negaram o desejo de que o Brasil entre na OCDE no futuro

Recentemente os Estados Unidos declararam um maior apoio para a Argentina e a Romênia a fim de ingressar os dois países na OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico). Porém, apesar de não ter nada oficial, o apoio americano em cima do Brasil é forte.

Durante uma visita do atual presidente Jair Bolsonaro à Washington, em março, o apoio dos Estado Unidos foi um dos assuntos mais falados e acordados durante toda a reunião. Nesta última quinta-feira, dia 10 de outubro, a agência Bloomerg divulgou uma reportagem que gerou uma grande repercussão.

Segundo a própria agência, o Estados Unidos desistiu oficialmente de apoiar a candidatura do Brasil para ingressar na OCDE. A reportagem apresentou dados baseados em uma carta escrita pelo secretário de Estado americano, Mike Pompeo.

A carta teria sido enviada ao secretário geral da organização e Mike teria dito que não queria discutir a ampliação do clube da OCDE para países mais ricos e o apoio seria apenas para as candidaturas da Argentina e Romênia.

Escrito por Reginaldo Ribeiro Teodoro

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.