Ex-Militar surta e tenta ressuscitar irmão, ele precisou ser contido por policiais e internado

"Um cidadão faleceu dentro da casa, e o irmão dele, ex-militar excluído da PM, estava na residência, teve um surto psicótico e achou que poderia ressuscitá-lo.

Perder um ente querido é uma dor inexplicável, muitas pessoas não conseguem lidar no momento do velório ou do enterro, em Governador Valadares região do Rio Doce um ex-policial militar de 50 anos de idade que tinha sido excluído da Corporação precisou ser contido pelos familiares e amigos na última quinta-feira (3) após tentar ressuscitar o irmão que havia morrido 48 horas antes.

Segundo informações dos policiais que atenderam a ocorrência o cidadão faleceu em casa e o irmão dele o ex policial militar estava na residência ele teve um surto Psicótico.

PUBLICIDADE

Ele pensou que poderia ressuscitar o irmão, familiares entraram em desespero ligaram para o 190, os policiais se deslocaram para a residência e encontraram o homem surtado.

O tenente-coronel Luiz Alan comandante da quinta companhia disse que ao chegarem no local trancaram o homem dentro de um quarto.

PUBLICIDADE

O corpo estava em outro cômodo os policiais tentaram acalmar o senhor ele estava armado com uma faca e bananas de dinamite.

O BOPE que o Esquadrão anti-bombas foi acionado para atender a ocorrência e conversaram com o senhor todos pretendiam resguardar a integridade física do homem.

Quando ele se rendeu os policiais acharam por bem colocar o algema e levá-lo ao hospital quando os policiais chegaram somente os dois estavam dentro da casa, vizinhos acionaram a polícia.

Os familiares esperavam que ele melhorasse do surto todos estavam tentando segurá-lo e contê-lo mas sem sucesso, as causas da morte do irmão não foram esclarecidas, mas segundo o tenente-coronel o ex-PM chegou a passar óleo ungido no irmão que faleceu dizendo que ele iria ressuscitar.

Ele estava tão transtornado que chegou a colocar fogo no quarto onde estava, ficou violento e não conhecia sequer os amigos e parentes, os familiares disseram à polícia que ele sofria de esquizofrenia e o comportamento é como se ele conversasse com Deus e com Lúcifer.

 

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.