Família adotiva tem que entregar a filha de 9 anos à avó: “Estão devastados, é desumano”, diz amiga do casal

A Justiça, já decidiu que a menina será entregue a avó biológica.

Renata Coutinho, amiga da família adotiva, que perdeu a guarda da filha de nove anos para a avó biológica, está indignada com a decisão do Tribunal de Justiça, de MG, ela diz que é desumano. Abominável. Bárbaro.

Nesta quinta (25), o recurso foi negado.

PUBLICIDADE

Já a 20 de novembro do último ano, o mesmo instituto judicial, decidiu que a garota fosse entregue a avó paterna. Entretanto, a família adotiva entrou com um recurso, negado ainda no dia de ontem.

Renata ressalta ainda, que os pais adotivos estão desbastados. E se questiona o que fazer agora? A menina, não tem qualquer ligação com a família biológica. Os pais preferiram se manter anônimos, e pediram para a amiga os representar.

PUBLICIDADE

Larissa Jardim, uma das advogadas da família disse, que existiu uma violação na decisão da Justiça e a defesa, vai entrar com mais um recurso. Ela diz ainda, que incorrendo em novas violações de direitos, e garantias fundamentais, a terceira Câmera ainda não conheceu os recursos apresentados pelos adotantes e pela procuradoria da Justiça. Além disso, os advogados ainda vão representar um recurso cabível.

O G1, tentou entrar em contato com o advogado da avó paterna, nesta quinta depois do resultado do julgamento, mas ele não quis prestar declarações. A avó também não quis se manifestar.

O caso continua sob segredo de Justiça. O julgamento estava marcado para o último dia onze, mas acabou sendo adiado, a pedido da família adotiva, no qual estava a tentar acompanhar a sessão, que foi realizada através de videoconferência.

 

Escrito por Carla Sofia

Sou especialista em Receitas, dicas e saúde! Gosto sempre de estar atualizada de novas receitas e formas medicinais!