Grávida internada com suspeita de corona vírus, não resiste, em São Paulo

Cleide Renata Marques, uma auxiliar de enfermagem que estava grávida de 13 semanas, veio a óbito no último, dia 22 de março, apresentando os sintomas relacionados ao condiv-19.

Cleide Renata Marques, uma auxiliar de enfermagem que estava grávida de 13 semanas, veio a óbito no último, dia 22 de março, apresentando os sintomas relacionados ao condiv-19. Ela havia ido para o Hospital Guilherme Alves, no litoral do estado de São Paulo, em Santos. Cleide havia testado para condiv-19 e aguardava o resultado do teste que iria sair essa semana.

Bruna Marques, filha da auxiliar de enfermagem, relatou que a mãe tinha asma e havia passado 3 semanas na capital do estado na casa de familiares e que após esse passeio começou a apresentar febre e falta de ar. Cleide que foi ajudar alguns familiares na capital, tinha retornado a Santos para uma festa surpresa de aniversario da filha, no ultimo dia 14 de março. Bruna ainda relata que durante a festa, a mãe já apresentada está muito debilitada.

Após alguns dias, visto que Cleide não apresentava está melhorando, foi levada pela filha para a maternidade no hospital São José, mas foi logo transferida para o hospital municipal de São Vicente onde foi atendida e medicada por cerca de 4 horas e logo após liberada para voltar para casa. Bruna relatou que o hospital estava em um completo caos no dia do atendimento, sem álcool e gel e mascaras e que a mãe ainda saiu de lá com o acesso venoso.

Escrito por Lucas Alves

Vou dar meu máximo para criar ótimas matérias para a plataforma. vou focar em matérias de noticias, evangélica, Tv e Famosos.