Homem agride mulher com socos e cotoveladas em piscina de condomínio

Caso ocorreu em Águas Claras e foi filmado por vizinha que acompanhou briga. À beira da piscina, havia diversas latas de bebida jogadas.

Mulher é agredida por homem com mais de sete socos, dentro da piscina de um prédio em Águas Claras, no Distrito Federal. A cena foi filmada por uma vizinha que ficou assustada com o debate entre eles, por volta das 22h30 de quinta-feira (7). Ela conseguiu chamar a Polícia Militar, mas ao ser questionada, a vítima se recusou a dizer que foi agredida.

As imagens iniciam com o homem dentro da piscina, com uma caixa de isopor. A vítima passa andando com uma amiga. Na beira da piscina, é possível ver várias latas de bebida jogadas. Uma das mulheres discute com o homem e então, pula na piscina.

PUBLICIDADE

A discussão continua e ela coloca a mão no rosto dele, que a devolve com uma cotovelada no rosto. A outra mulher também entra na piscina e procura separar a amiga. O homem desfere outro golpe com o cotovelo.

Eles se afastam por um tempo, mas a mulher agredida continua falando. Então, o homem dá outras duas cotoveladas. E a vizinha que filmava, se abaixa. Neste momento, pelas imagens, não é possível saber se outros golpes foram feitos enquanto a câmera não filmava.

PUBLICIDADE

A vizinha levanta e eles se afastam novamente. A discussão continua, e o homem soca a mulher por três vezes. Então, a vizinha grita que vai chamar a polícia e para de filmar.
A cena, na véspera do dia da Mulher, ocorreu em um condomínio na rua 4 Norte, de Águas Claras, ao lado da Administração Regional. A vizinha informou que vai enviar o vídeo à polícia, na manhã desta sexta-feira (8). Ela não desejou ser identificada.

Imagem mostra briga em condomnio de guas Claras no DF Foto ReproduoTV Globo

   Avião da Latam faz meia-volta após piloto relatar pássaro na turbina

Um avião da Latam precisou abortar viagem e voltar a Brasília na manhã desta quinta-feira (7) depois de o piloto apresentar, logo após a decolagem, que o avião foi acertado por um pássaro no motor – chamada comumente de turbina. O voo 3711 iria da capital federal para Congonhas, em São Paulo. No entanto, cerca de 30 minutos após a decolagem, o piloto fez meia-volta.

Entre o instante da decolagem e do pouso, o piloto ficou sobrevoando o espaço aéreo de Brasília. Depois disso, conseguiu autorização para retornar ao Aeroporto JK. O piloto pousou o avião logo em seguida. A aeronave então foi rebocada para o pátio. Os passageiros foram avisados que teriam de desembarcar.

Em nota, a Latam afirmou que a aeronave foi atingida por um pássaro no motor – a turbina é uma das peças que compõem o motor. “A companhia reafirma que a segurança é um valor imprescindível e, sobretudo, todas as suas decisões visam uma operação segura.” A Latam não informou a quantidade de passageiros que estavam no avião.

De acordo com a Inframerica, que gerencia o terminal, a aeronave decolou às 7h23 e voltou às 7h50. Também falou que não ocorreu impacto na operação do aeroporto.

“O avião pousou com segurança. Equipes de solo da Inframerica, deram todo o suporte para a companhia aérea. Não houve solicitação de emergência.”

O avião é um Airbus A320-214. O modelo tem espaço para até 180 passageiros.

 

Escrito por Pedro Machado

Apaixonado por marketing digital, colunista em diversos sites e páginas do facebook. Trabalhando como redator autônomo há mais de 5 anos. Contato: [email protected]