Homem enlouquecido tenta sequestrar avião com arma de brinquedo e acaba morto em Bangladesh

O homem portava uma arma e afirmava também ter explosivos. Os comandantes do voo precisaram fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Shah Amanat.

Portais de notícia internacionais dão detalhes de um caso de tentativa de sequestro de um avião em Bangladesh, no último domingo, dia 24.

Segundo o portal Associated Press, um homem, identificado como Mahmud Polash Ahmed, de 24 anos, era passageiro em um vôo da Biman Bangladesh Airlines quando tentou invadir a cabina e ameaçava explodir o avião.

PUBLICIDADE

Homens da Tropa Especial de Bangladesh foram acionados e mataram o homem a tiros.

O  Boeing 737 voava de Daca com direção a Dubai, com escala em Chittagong, quando o ataque começou. O homem portava uma arma e afirmava também ter explosivos.

PUBLICIDADE

Os comandantes do voo precisaram fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Shah Amanat enquanto a tripulação tentava conter o homem. Ao aterrissar, as forças policiais abateram o homem para evitar a explosão do avião e libertar um membro da tripulação que estava sendo feito refém.

No entanto, depois foi descoberto que o homem portava uma arma de brinquedo e não tinha explosivos. A maioria dos 140 passageiros e membros da equipe de funcionários do voo saiu do avião sem ferimentos.
A pistola que estava com o suspeito era de brinquedo e ele não tinha nenhuma bomba presa ao corpo“, afirmou comissário de polícia da cidade no sudeste do país, Kusum Dewan, segundo o portal internacional Reuters.

Segundo o major general Motiur Rahman, do exército de Bangladesh, os agentes da força de segurança tentaram convencer o homem a se render e liberar o refém, mas diante de sua recusa, precisaram agir.

Ele parecia estar mentalmente desequilibrado. Ouvimos dizer que ele tinha um problema pessoal com a esposa e exigiu falar com o primeiro-ministro. Mas ainda estamos investigando. Não podemos chegar a uma conclusão agora“, afirmou o comissário Kusum Dewan.

De acordo com a Associated Press, a identidade do homem foi confirmada com a família. Não foram divulgadas maiores informações sobre o suspeito, nem sobre sua condição clínica.

Portais internacionais especulam sobre a saúde mental do homem, já que Dewan afirmou que ele aparentava mentalmente desequelibrado.

Investiga-se também se o homem estava sob influência de entorpecentes ou drogas lícitas no momento do incidente.

Escrito por Pedro Machado

Apaixonado por marketing digital, colunista em diversos sites e páginas do facebook. Trabalhando como redator autônomo há mais de 5 anos. Contato: [email protected]