Homem que tirou a vida da filha de 7 meses no dia dos pais enviou áudios para a ex momentos antes do crime: “me perdoa”

Para se vingar da ex o pai tirou a vida da criança de apenas 7 meses de vida.

Diogo Moraes Justin matou sua filha de sete meses no último dia dos pais que foi comemorado no último domingo (11) por vingança contra sua ex-mulher. O caso aconteceu em Sapezal que fica a 483 Km de Cuiabá e Diogo teria mandado áudios para ex-mulher mãe da criança momentos antes de cometer o crime.

Diogo tem 23 anos e logo depois de ter cometido o crime tentou suicídio, mas foi socorrido e logo que recebeu alta do hospital foi para prisão. A família da ex-mulher de Diogo disponibilizou os áudios mostrando que Diogo falou diretamente com a ex-mulher com quem foi casado por 4 anos e estava separado recentemente.

A ex-mulher permitiu que a criança passasse o final de semana com o pai, mas para se vingar da ex-mulher que não queria voltar a relação Diogo cometeu o crime. No áudio ele diz para ela que ela iria se arrepender pelo resto de sua vida e que ele havia avisado que amava muito a sua família e não queria viver sem ela, logo em seguida Diogo se despede e pede perdão para a ex-mulher.

A polícia esteve no local e encontrou a criança sobre o peito do pai já sem vida, foi encontrado também ao lado do corpo dos dois uma chave de fenda. Os policiais também encontraram duas facas molhadas e uma esponja suja de sangue.

Assim que foi interrogado Diogo disse que a mãe da criança havia saído de casa três dias e deixado a filha com ele. Diogo disse também que o casal teria voltado a se falar no domingo, mas decidiu matar a criança porque a mãe não queria entrar em acordo com ele para reatar a relação.

Escrito por Cláudia Lm

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.